TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Caso Concreto 6 - Fundamentos Das Ciências Sociais

Exames: Caso Concreto 6 - Fundamentos Das Ciências Sociais. Pesquise 793.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  20/9/2014  •  567 Palavras (3 Páginas)  •  524 Visualizações

Página 1 de 3

Torcedor corintiano confessa ter disparado sinalizador

São Paulo - O torcedor corintiano H.A.M., de 17 anos, confessou neste domingo ter sido o autor do disparo do sinalizador que provocou a morte do boliviano Kevin Douglas Beltrán Espada na última quarta-feira, durante o jogo entre Corinthians e San José, em Oruro, na Bolívia.? (O Estado de São Paulo , 24/02/2013)

A violência juvenil é um fenômeno mundial que preocupa as autoridades responsáveis. Observando o caso acima e outros similares e considerando a teoria de Èmile Durkheim, como podemos analisar a relação indivíduo/sociedade?

Resposta:

Considerando a teoria de Émile Durkheim desde nosso nascimento somos expostos a parâmetros e comportamentos pré estabelecidos pela sociedade que nos são impostos pelo grupo social no qual estamos ligados. No primeiro momento receberemos ensinamentos dos nossos pais e familiares, segundo suas vivências e conceitos sociais, no que diz respeito a moral, hábitos, costumes, comportamento, aspectos psicológicos etc. Em seguida ao ingressarmos em nosso primeiro treinamento social, a educação formal, seremos novamente inseridos em um contexto de regras já existentes, em que nosso papel será o de cumprir aquilo que já se encontra definido. Da mesma forma durante todo o nosso desenvolvimento humano teremos leis, regras, condutas etc que deveremos seguir para que tenhamos uma posição adequada diante da sociedade e de acordo com o grupo social em que estejamos inseridos, seja este, educacional, religioso, profissional, entre outros. Desta forma, é possível observar que a sociedade através de seus canais de coerção contribuirá para a regulação, controle e molde permanente dos comportamentos individuais, tornando possível a convivência coletiva estável e pacífica.

Durkheim quando define os fatos sociais como sendo toda maneira de fazer, fixada ou não, suscetível de exercer sobre o indivíduo uma coerção exterior, (...) que é geral na extensão de uma sociedade dada, e, ao mesmo tempo, possui existência própria, independente de suas manifestações individuais, deixa claro que estes existem e existirão independentes do pensamento individual, porém além da ideia de consciência coletiva, cada indivíduo terá suas particularidades e poderá seguir por caminhos opostos aqueles que lhes foram transmitidos, já que o ser humano é capaz de gerar suas próprias interpretações daquilo que vivencia e tirar suas próprias conclusões. Para Durkheim a sociedade, como todo organismo, apresenta estados normais e patológicos.

O que se observa hoje é que as pessoas estão cada vez mais individualistas, preocupadas apenas com o seu próprio bem estar. A intolerância e o desrespeito ao outro se torna cada vez mais evidente, principalmente pela camada mais jovem da sociedade, que muita das vezes vai crescendo sem conhecer limites. A preocupação mundial se deve justamente ao fato de estarmos perdendo as noções de moral e bons costumes necessários ao convívio social e indo a caminho de uma identidade individualista, cruel e despreocupada no que tange ao cumprimento de leis e regras comportamentais, sejam estas escritas ou não.

Questão de múltipla escolha:

Em uma de suas obras fundamentais, As regras

...

Baixar como (para membros premium)  txt (3.8 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com