TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

"Cultura, Um Conceito Antropológico".

Por:   •  7/5/2013  •  1.071 Palavras (5 Páginas)  •  1.640 Visualizações

Página 1 de 5

Fichamento do livro:

“Cultura, um conceito antropológico”.

“Uma das tarefas da antropologia moderna tem sido a reconstrução do conceito de cultura, fragmentado por numerosas reformulações”. (p.59)

“Culturas são sistemas que servem para adaptar as comunidades humanas aos seus embasamentos biológicos”. (p.59)

“Uma compreensão exata do conceito de cultura significa a compreensão da própria natureza humana (...) só nos resta afirmar (...) ‘Os antropólogos sabem de fato o que é cultura, mas divergem na maneira de exteriorizar este conhecimento”. (p.63)

“Homens de culturas diferentes usam lentes diversas e, portanto, têm visões desencontradas das coisas”. (p.67)

“A nossa herança cultural, desenvolvida através de inúmeras gerações, sempre nos condicionou a reagir depreciativamente em relação ao comportamento daqueles que agem fora dos padrões aceitos pela maioria da comunidade. Por isto, discriminamos o comportamento desviante”. (p.67)

“O modo de ver o mundo, as apreciações de ordem moral e valorativa, os diferentes comportamentos sociais e mesmo as posturas corporais são assim produtos de uma herança cultural, ou seja, o resultado da operação de uma determinada cultura”. (p.68)

“Todos os homens são dotados do mesmo equipamento anatômico, mas a utilização do mesmo, ao invés de ser determinada geneticamente (...) depende de um aprendizado e este consiste na cópia de padrões que fazem parte da herança cultural do grupo”. (p.70 e 71)

“O fato de que o homem vê o mundo através de sua cultura tem como conseqüência a propensão em considerar o seu modo de vida como o mais correto e o mais natural. Tal tendência, denominada etnocentrismo, é responsável em seus casos extremos pela ocorrência de numerosos conflitos sociais”. (p.72 e 73)

‘Comportamentos etnocêntricos resultam também em apreciações negativas dos padrões culturais de povos diferentes. Práticas de outros sistemas culturais são catalogadas como absurdas, deprimentes e imorais”. (p.74)

“Comecemos pela apatia. Em lugar da superestima dos valores de sua própria sociedade, numa dada situação de crise os membros de uma cultura abandonam a crença nesses valores e, consequentemente, perdem a motivação que os mantêm unidos e vivos”. (p.75)

“(...) as doenças psicossomáticas. Estas são fortemente influenciadas pelos padrões culturais. Muitos brasileiros, por exemplo, dizem padecer as doenças do fígado, embora grande parte dos mesmos ignorem até a localização do órgão”. (p.77)

“A cultura também é capaz de provocar curas de doenças, reais ou imaginárias. Estas curas ocorrem quando existe a fé do doente na eficácia do remédio ou no poder dos agentes culturais”. (p.77)

“A participação do individuo em sua cultura é sempre limitada, nenhuma pessoa é capaz de participar de todos os elementos de sua cultura. Este fato é tão verdadeiro nas sociedades complexas com um alto grau de especialização, quanto nas simples, onde a especialização refere-se apenas às determinadas pelas diferenças de sexo e idade”. (p.80)

“É obvio que a participação de um individuo em sua cultura depende de sua idade. Mas é necessário saber que esta afirmação permite dois tipos de explicações: uma de ordem cronológica e outra estritamente cultural”. (p. 80 e 81)

“ Um individuo não pode ser igualmente familiarizado com todos os aspectos da sociedade; pelo contrario, ele pode permanecer completamente ignorante a respeito de alguns aspectos”. (p.82)

“Embora nenhum individuo, repetimos, conheça totalmente o seu sistema cultural, é necessário ter um conhecimento mínimo para operar dentro do mesmo. Alem disto,, este conhecimento mínimo deve ser partilhado

...

Baixar como (para membros premium)  txt (6.4 Kb)  
Continuar por mais 4 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com