TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Direitos Humanos

Monografias: Direitos Humanos. Pesquise 792.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  11/10/2013  •  456 Palavras (2 Páginas)  •  110 Visualizações

Página 1 de 2

Acredito que nessa situação realmente não houve discriminação por parte do contratante, o mesmo está apenas seguindo as normas de um órgão superior, no caso a vigilância sanitária, visando o bem comum de todos os seus clientes, sendo assim, não poderá ele abrir exceções mesmo se tratando de questões ligadas a crença e religião.

O fato é que apesar de o concorrente á vaga de emprego poder pensar que está sendo discriminado isso não é verdade, ele poderá livremente procurar outras áreas de emprego, as quais não exijam que sua barba seja raspada.

Acredito que nessa situação realmente não houve discriminação por parte do contratante, o mesmo está apenas seguindo as normas de um órgão superior, no caso a vigilância sanitária, visando o bem comum de todos os seus clientes, sendo assim, não poderá ele abrir exceções mesmo se tratando de questões ligadas a crença e religião.

O fato é que apesar de o concorrente á vaga de emprego poder pensar que está sendo discriminado isso não é verdade, ele poderá livremente procurar outras áreas de emprego, as quais não exijam que sua barba seja raspada.

Acredito que nessa situação realmente não houve discriminação por parte do contratante, o mesmo está apenas seguindo as normas de um órgão superior, no caso a vigilância sanitária, visando o bem comum de todos os seus clientes, sendo assim, não poderá ele abrir exceções mesmo se tratando de questões ligadas a crença e religião.

O fato é que apesar de o concorrente á vaga de emprego poder pensar que está sendo discriminado isso não é verdade, ele poderá livremente procurar outras áreas de emprego, as quais não exijam que sua barba seja raspada.

Acredito que nessa situação realmente não houve discriminação por parte do contratante, o mesmo está apenas seguindo as normas de um órgão superior, no caso a vigilância sanitária, visando o bem comum de todos os seus clientes, sendo assim, não poderá ele abrir exceções mesmo se tratando de questões ligadas a crença e religião.

O fato é que apesar de o concorrente á vaga de emprego poder pensar que está sendo discriminado isso não é verdade, ele poderá livremente procurar outras áreas de emprego, as quais não exijam que sua barba seja raspada.

Acredito que nessa situação realmente não houve discriminação por parte do contratante, o mesmo está apenas seguindo as normas de um órgão superior, no caso a vigilância sanitária, visando o bem comum de todos os seus clientes, sendo assim, não poderá ele abrir exceções mesmo se tratando de questões ligadas a crença e religião.

O fato é que apesar de o concorrente á vaga de emprego poder pensar que está sendo discriminado isso não é verdade, ele poderá livremente procurar outras áreas de emprego, as quais não exijam que sua barba seja raspada.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (2.8 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com