TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Fundamentos Das Ciências Sociais

Por:   •  11/4/2013  •  1.173 Palavras (5 Páginas)  •  434 Visualizações

Página 1 de 5

ENCONTRO COM PROFESSORES DA EDUCAÇÃO BÁSICA.

Resumo:

Este artigo é fruto da pesquisa financiada pelo CNPq que analisa a compreensão dos

professores sobre os processos de exclusão na sociedade e na educação básica. Este

artigo refere-se apenas a professores das séries finais do ensino fundamental. No

processo de análise utilizamos teóricos que enfatizam a exclusão e a desigualdade numa

perspectiva crítica, ou seja, defendem que elas são frutos das relações sociais

assimétricas e desiguais e não provocadas pelo próprio indivíduo. Além disso, esses

teóricos criticam a estratégia de utilizar a diversidade cultural para atribuir aos

indivíduos os infortúnios e responsabilizá-los pelas mazelas socialmente produzidas

pela lógica da sociedade capitalista. Concebemos a diferença como expressão legítima

da condição humana e não como déficit em relação à cultura hegemônica. Para

identificar a compreensão dos professores foram realizadas entrevistas com oito

docentes das séries finais do ensino fundamental, das diferentes áreas de conhecimento.

A análise mostrou que a exclusão/desigualdade quando percebida, não se refere apenas

à questão econômica, mas à questão racial, crença, geração, gênero e outros. Entretanto,

poucos professores afirmam existir processos de exclusão na escola, mas todos admitem

existir processos de exclusão na sociedade. Essa forma de ver os processos de exclusão

está relacionada aos processos de formação docente. A formação docente incluiu a

discussão da desigualdade apenas na década de 1980 e bem recentemente a questão da

diversidade cultural e exclusão. Neste sentido, esta pesquisa contribui para que

possamos entender criticamente as respostas dos entrevistados e, principalmente, nos

oferece pistas para qualificar o processo de formação docente.

Palavras-chave: Exclusão, diversidade cultural, educação básica.

A perspectiva de análise

Para escrever sobre diversidade cultural, desigualdade social e exclusão,

necessário se faz situar a perspectiva de análise, posto que no contexto atual esses

temas, seja quando tratados de forma isolada, seja estabelecendo relações entre eles,

como é o caso desde artigo, podem ser abordados no mínimo numa perspectiva

liberal/conservadora ou numa perspectiva crítica. De modo sintético podemos dizer que

na perspectiva liberal/conservadora a diversidade cultural é vista como fruto do déficit

cultural de alguns grupos, a desigualdade social como resultado da inaptidão do

indivíduo e a exclusão uma consequência inevitável de uma sociedade que não aguenta

mais pagar o ônus por existirem indivíduos incapazes (BAUMAN, 1999).

Embora essa perspectiva liberal/conservadora recorra geralmente à retórica do

mérito para sustentar que todos têm as mesmas condições e que a exclusão e a pobreza

devem-se ao fato de alguns não aproveitarem as “oportunidades” ou não terem

“competência”, não é isso que a realidade revela. A exclusão decorre da articulação de

XVI ENDIPE - Encontro Nacional de Didática e Práticas de Ensino - UNICAMP - Campinas - 2012

Junqueira&Marin Editores

Livro 1 - p.001095

27

processos econômicos com processos de inferiorização dos grupos culturais que não

fazem parte da cultura considerada hegemônica.

Além da retórica

...

Baixar como (para membros premium)  txt (9 Kb)  
Continuar por mais 4 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com