TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Trabalho Descreva Quais Os Fatores Responsavel Levaram Alguma Pessoas A Morarem Na Rua

Trabalho Universitário: Trabalho Descreva Quais Os Fatores Responsavel Levaram Alguma Pessoas A Morarem Na Rua. Pesquise 785.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  29/5/2014  •  335 Palavras (2 Páginas)  •  1.426 Visualizações

Página 1 de 2

Descreva quais os fatores responsáveis na atualidade por

levarem algumas pessoas a morarem na rua.

Não podemos generalizar, mas a desigualdade social e a extrema

pobreza são fortes fatores que levam um ser humano a morar na rua, 90% dos

casos dos moradores de rua nos dias atuais, são de classe baixa, embora os

benefícios que governo oferece e os projetos e os programas sociais como

albergue entre outros, não é o suficiente.

São várias as razões que os leva a ser moradores de rua, podendo

ser eles: estrutura espiritual e familiar, problemas psicológico, exclusão social que

gera o desemprego, alcoolismo, drogas, depressão, prostituição, a perda de

memória, distúrbios mentais, pode ser um fator, ameaça/violência, trabalho,

inacreditavelmente opção própria também pode ser um fator, alguns nem se

lembram porque viraram moradores de rua, nos casos de drogas as pessoas se

sentem rejeitadas, e as pessoas já não veem expectativas de vida e se encontra

em situação de sobrevivência fora do contexto social sem esperança, de sonhar,

deitado sobre uma cama de cimento, usando papelão de jornais para cobrir o

rosto de uma grande realidade esses são alguns dos principais fatores

responsáveis que levam essas pessoas a viverem como tricheiros, muitas

situações saem do seu convívio familiar, para tentar a vida em outro lugar, como

se fosse um refugio e não encontra apoio, e acaba na decadência;

A aproximação e abordagem com essas pessoas requerem muito cuidado e

paciência, para estabelecer o diálogo a escuta é uma grande aliada mesmo

porque a pessoa já se encontra fragilizada e acompanhada de sentimentos como

falta de pertenciamento social e baixa autoestima e sente a necessidade da fala,

o diálogo deve ser feito com naturalidade e de forma simples, transmitindo o

máximo de confiança e credibilidade na expectativa de conduzir a pessoa ao

recolhimento.

O processo de atendimento à pessoa em situação de rua não se encerra com sua

inclusão a órgãos públicos, é necessário garantir seus direitos a

acompanhamentos socioassistenciais vinculados à redes de proteção social.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (2.1 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com