TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Conceitos E Corrente De Pensamentos Economia

Monografias: Conceitos E Corrente De Pensamentos Economia. Pesquise 812.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  27/9/2013  •  770 Palavras (4 Páginas)  •  476 Visualizações

Página 1 de 4

Economia - 2013

> Antiguidade

Atividade econômica não como uma ciência social mas como parte integrante da Filosofia Social, da Moral e da Ética;

Na Grécia com:

1. Aristóteles, quem cunhou a termo economia (oikonomia) – 384-322 a.C.

Roma não deixou escritos notáveis na área econômica:

> Mercantilismo

A partir do século XVI observa-se a primeira escola econômica. Apesar da carência de um conjunto técnico o mercantilismo apresentava algumas preocupações com acumulação de riquezas. Surgimento das moedas como instrumento de trocas.

> OS CLÁSSICOS

* ADAM SMITH: 1723-1790

Precursor da teoria econômica moderna publicou o livro A riqueza das nações, em 1776. Acreditava que se deixasse atuar a livre concorrência a sociedade seria levada a perfeição.

** Causa da riqueza das nações é o trabalho humano;

** Aumento da produção decorre da divisão do trabalho;

** Trabalhadores deveriam especializar-se em algumas tarefas;

** Estado deveria atuar apenas na proteção da sociedade. (laissez-faire)

* DAVID RICARDO (1772-1823)

Utilizando as ideias de Smith desenvolveu modelos econômicos com grande potencial analítico.

1. Questiona a renda auferida pelos proprietários de terras mais férteis;

2. Desenvolve a teoria das vantagens comparativas, onde destaca que o comércio entre os países dependeria das dotações dos fatores de produção;

3. Estudos de David Ricardo deram origem a duas correntes antagônicas:

· Corrente neoclássica

· Corrente Marxista dada a ênfase à questão distributiva e aos aspectos sociais da repartição da renda da terra.

* JEAN-BAPTISTE SAY (1768-1832)

Ampliando as ideias de Smith criou a chamada lei de Say:

“a oferta cria a sua própria procura”

ou seja

O aumento da produção transformar-se-ia em renda dos trabalhadores e empresários, que seria gasto na compra de outras mercadorias e serviços.

* THOMAS MALTHUS (1766-1834)

A causa de todos os males residia no excesso populacional. Enquanto a população cresce em escala geométrica, a produção de alimentos cresce em progressão aritmética.

> TEORIA NEOCLÁSSICA (partir de 1870)

Nesse período privilegiam-se os aspectos microeconômicos da teoria, pois existia a crença da capacidade auto-reguladora da economia de mercado.

* Alfred Marshall (1842-1924)

Considerado o maior destaque dessa corrente, publicou Princípios de economia, em 1890, que serviu como base de outros teóricos até metade do século XX.

1. Analisado o comportamento do consumidor e seu desejo de maximizar a utilidade do bem;

2. Análise do desejo do produtor em maximizar seu lucro;

3. Combinação de ambos considerando restrições de fatores de produção chegou-se, através de equação matemática ao chamado “ponto de equilíbrio de mercado”

> TEORIA KEYNESIANA (1936)

A chamada era keynesiana iniciou-se com a publicação da Teoria geral do emprego, dos juros e da moeda, de John Maynard Keynes (1883-1946). Catedrático e sucessor de Alfred Marshall na Universidade de Cambridge.

Escrita na década de 30, período em que a economia mundial atravessava uma grande crise que ficou conhecida como “Grande Depressão”.

Keynes

...

Baixar como (para membros premium)  txt (5.6 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com