TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Fotojornalismo

Por:   •  7/12/2015  •  Trabalho acadêmico  •  888 Palavras (4 Páginas)  •  55 Visualizações

Página 1 de 4

INSTITUTO SUPERIOR DE TEOLOGIA APLICADA (INTA)

CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL COM HABILITAÇÃO EM JORNALISMO

ADAM CUNHA NASCIMENTO

OS PRIMÓRDIOS DO FOTOJORNALISMO E SUA EVOLUÇÃO TECNOLOGICAS NO SECULO XXI

SOBRAL-CE

2015

ADAM CUNHA NASCIMENTO

OS PRIMÓRDIOS DO FOTOJORNALISMO E SUA EVOLUÇÃO TECNOLOGICAS NO SECULO XXI

Trabalho tem com o objetivo de obter nota da Avaliação Parcial 1da disciplina de Fotojornalismo, ministrada pelo professor Marcelo Barbalho, do curso de Jornalismo do Instituto Superior de Teologia Aplicada (INTA).

SOBRAL-CE

2015

        O fotojornalismo desde sempre vem com o intuito e a característica de informar e agregar a informação escrita para melhor compreensão do leitor. Essa ferramenta de informação é utilizada até hoje e com a evolução da fotografia o fotojornalismo vem melhorando a cada dia. A fotografia contribui positivamente em muitas coisas, vários âmbitos profissionais a agregaram como meio de amplificar as possibilidades e produzir estudos detalhados.

Mais rigorosamente, a fotografia é usada como news medium, entrando na história da informação, desde, provavelmente, 1842, embora, com propriedade, não se possa falar da existência de fotojornalismo nessa altura. Aliás, o fotojornalismo necessita de processos de reprodução que só se desenvolvem a partir do final do século XIX — até meados do século passado, desenhadores, gravuristas e gravuras de madeira eram intermediários entre fotógrafos e fotografias e os leitores. (Fig. 1) De facto, a publicação directa de fotografias só se tornaria possível com as zinco gravuras, que surgiriam ao virar do século. Até essa altura, a tecnologia usada envolvia papel, lápis, caneta, pincel e tinta para desenhar; depois, tornava-se necessário recorrer a madeira, cinzéis e serras para criar as gravuras.Um exemplo eloquente é o registo do que aconteceu a uma das primeiras fotografias de acontecimentos, o daguerreótipo das consequências de um incêndio que destruiu um bairro de Hamburgo, em 1842, realizado por Carl Fiedrich Stelzner.(28) (Fig. 2) A The Illustrated London News, revista semanal que durante muito tempo esteve à frente das publicações ilustradas, grandes artífices da comunicação/informação visual, usou uma imagem, desenhada a partir desse original, para ilustrar o sucedido(29), pois a reprodução de fotografias constituía um problema com que se defrontavam os primeiros jornais e revistas desse tipo. De qualquer modo, também é de relevar que o gosto da época privilegiava o desenho.(30)” ( PÁGINA 25 JORGE PEDRO SOUSA)

Como podemos perceber a evolução da fotografia esta surgindo e juntamente com ela o fotojornalismo caminhava em processo de melhoria para um melhor desenvolvimento na fotografia para um entendimento de qualidade.

Os fotógrafos que empreendiam tais expedições eram autênticos "fotodocumentalistas"-viajantes, vergados sob o peso de um equipamento de grandes dimensões e obrigados a transportar consigo —literalmente— o laboratório. Visando dar testemunho do que viam, encobertos pela capa do realismo fotográfico, começavam a ambicionar substituir-se ao leitor, sob mandato, na leitura visual do mundo. É já uma retórica da "objectividade" a despontar, mas que correspondia, de facto, a um discurso fotográfico cujo fim residia na obtenção de imagens sem censura nem truncagens. De todo o modo, embora esses fotógrafos não carregassem ainda o peso de uma tradição histórico-cultural manipuladora e censória, não eram raras as ocasiões em que os gravuristas de madeira acrescentavam pormenores da sua lavra às imagens no momento em que elaboravam ilustrações a partir dos originais fotográficos. Paralelamente, desenvolve-se, também, a fotografia de retrato e a fotografia arquitectónica. Evidencia-se ainda o naturalismo(36), a que sucede a fotografia pictoralista(37), onde as fotos assumiam, como se disse, uma condição de imitação da pintura. (Fig. 3) Algumas das tendências compositivas patentes na fotografia pictoralista ainda hoje se repercutem, por vezes, no campo fotojornalístico. (Fig. 4)

...

Baixar como (para membros premium)  txt (6.4 Kb)   pdf (66.6 Kb)   docx (13.3 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com