TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

DISCIPLINA – ÉTICA E LEGISLAÇÃO

Por:   •  10/8/2017  •  Resenha  •  1.555 Palavras (7 Páginas)  •  43 Visualizações

Página 1 de 7

UFERSA-  UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMIÁRIDO

CAMPUS- CARAÚBAS

DISCIPLINA – ÉTICA E LEGISLAÇÃO

DOCENTE: DAVI DA COSTA ALMEIDA

DISCENTE: LÍDIA LIZANDRA MARINHO

Bibliografia: VALLS, Álvaro L. M. O que é ética? São Paulo: Brasiliense, 1994

RESUMO CRÍTICO

O livro “ O que é ética? ” nos trás á tona a verdadeira problemática dessa palavra tão importante no nosso dia a dia. Quando falamos em ética como um todo, nós não falamos apenas em teoria ou prática, mas também em filosofia, teologia, falamos da vida de uma forma geral e filosófica, de tal maneira que a sociedade como um todo está adaptada diariamente. A ética está ligada não somente ao conhecimento humano, mas está diretamente ligada ao caráter e á liberdade de expressão. Ética é, teoricamente, o estudo das ações ou dos costumes, sendo também a própria realização de um tipo de comportamento, como afirma Valls:

“Tradicionalmente ela [a ética] é entendida como um estudo ou uma reflexão científica ou filosófica, e eventualmente até teológica, sobre os costumes ou sobre as ações humanas. Mas chamamos de ética a própria vida [...] A ética pode ser o estudo das ações ou dos costumes, e pode ser a própria realização de um tipo de comportamento.” (p. 7)

Por tanto, a ética é uma teoria que se aplica à boa índole humana, do certo ou errado, do bem e/ou mal, de acordo com cada comportamento, costume e cultura de cada região. Outra indagação bastante importante que acompanha a ética, é o fato da mudança de hábitos e costumes da humanidade como um todo, com o passar dos anos, e que, o que hoje a sociedade aceita e julga como certo, no futuro poderá para sociedades futuras estar errado, de tal modo como também o que é julgado como errado aqui e agora poderá ser futuramente certo. Um exemplo bem claro disso é a maconha, que no brasil é proibida e em outros países já não é.
“A reflexão grega neste campo surgiu como uma pesquisa sobre a natureza do bem moral, na busca de um princípio absoluto da conduta. ” (p.24)

Em quê realmente consiste o bem moral? Mas afinal, qual seria o bem maior da humanidade? Seria saúde, dinheiro, alegria, honra ou até mesmo o bel-prazer? O bem supremo que é relatado por grande parte dos filósofos gregos, são questões inteiramente ligadas com a ética grega, pois para grandes pensadores como Sócrates, Platão, Aristóteles, o bem Supremo só pode ser alcançado mediante a prática de uma vida virtuosa, tendo a razão como guia de nossas ações.

        

Para Sócrates, uma vida virtuosa depende do autoconhecimento de si. Ele (Sócrates) acreditava que por meio da razão era-se possível alcançar um ideal de vida ético. Mas como a vida humana é um constate conflito, ente razoes, emoções, paixões, desejos, nem sempre a razão consegue manter o controle das atitudes. Isso deve-se ao fato, que segundo ele, nós não conhecemos á nós mesmos da forma necessária. A priori, o lema “ conhece-te a ti mesmo”, expressa a preocupação moral de Sócrates, e este não era um lema unicamente teórico, mas também prático, pois não buscava um só conhecimento e sim uma sabedoria de vida. Sócrates afirma, que o mais importante encontra-se dentro de cada um de nós, que quão melhor nós nos conhecermos maiores serão nossas virtudes e possivelmente se encontra a pureza de viver pelas nossas próprias escolhas.

Depois de Sócrates, Aristóteles também nos trouxe grandes contribuições para o ramo da ética, do qual o pensamento pode também ser pensado de um ponto de vista “ético racionalista”. Uma das grandes contribuições de Aristóteles é a ideia de que as virtudes são adquiridas por meio da razão, dos hábitos e de ações virtuosas. “ os verdadeiros prazeres do homem são as ações conforme a virtude[...] o homem precisa converter suas melhores disposições naturais em hábitos, de acordo com a razão: Virtudes intelectuais” (ps.32,33).

Neste ponto o autor nos mostra o esforço de Aristóteles, para produzir uma ética baseada principalmente na virtude. Ele afirma também que devemos exercitar a virtude, para assim então sermos mais críticos, mais éticos, e assim agirmos de acordo com as nossas reflexões diárias. Ações eticamente corretas é algo que para os gregos era voltado principalmente para a razão: A razão era tida como o norte das ações voltadas para os ideais de bem comum.

A religião está diretamente ligada a vida da humanidade, e uma boa parte da sociedade vive uma vida pautada nela, ( ou pelo menos orientada por ela ) por meio de mandamentos divinos que são, em sua essência, de suma importância para as regras de conduta,  moral e a ética dos cidadãos.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (9.5 Kb)   pdf (110.8 Kb)   docx (14.6 Kb)  
Continuar por mais 6 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com