TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Kant com uma “nova revolução copernicana”, filosofia geral e ética profissional

Por:   •  2/5/2013  •  Artigo  •  872 Palavras (4 Páginas)  •  395 Visualizações

Página 1 de 4

Portifólio

Kant com uma “nova revolução copernicana”, filosofia geral e ética profissional

Helenice Antônio Vasques Lopes-Polo de Poços de Caldas-Minas Gerais

10/11/11

RACIONALISMO:

Garante que a razão e a fonte natural do conhecimento e única que pode ter segurança uma vez que não depende de forças superiores .

Defende que a razão pura sem influencias dos sentidos empíricos e portadora de idéias inatas,e que o ser humano já nascem com essas idéias as quais desabrocham a consciência e constituem as verdades a cerca do mundo.

Tendo como ponto de partida essas idéias o ser humano pode entender os fenômenos particulares apresentados pelos sentidos, afirmando com isso que o conhecimento da verdade não depende dos sentidos físicos, como o tato audição visão olfato e nem mesmo das experiências, mas sim da pura razão.

O racionalismo afirma que os sentidos podem falhar se enganarem pelo que ouve se ouvir errado pelo que vê ou pensa que viu, mas a razão e o único caminho que pode nos guiar a um conhecimento acautelado e verdadeiro .

“... Rejeitar como absolutamente falso tudo aquilo que pudesse imaginar a menor duvida, a fim de ver se, após isso, não restaria algo em meu credito, que fosse inteiramente indubitável”

(DESCARTES, 1960, p.106)

EMPIRISMO:

Ao contrario de DESCARTE o filosofo JOHN LOCKE afirma que o ser humano nasce uma ``tabua rasa “ .

Vemos que empirismo defende que o ser humano nasce vácuo sem saber de nada e o conhecimento só vira através dos sentidos pela experiência sendo que somente depois trabalhado pela razão defendendo assim que só e correto concreto aquilo que se pode ver experimentar ao contrario da teoria racional que pode submergir –se afastar –se da realidade.

Este e um movimento que acredita na experiência como principais formadoras de idéias , que todo processo de distinguir do saber do atuar e aprendido pela experiência tentativa e erro .

Assegurando que uma criança só saberá o que e quente e frio depois de experimentar cada uma delas varias vezes.

“... Nada há no intelecto que não tenha passado pelos sentidos .”

(John Locke Inglaterra)

Revolução copernicana

Esta revolução teve a grande responsabilidade de resolver o problema de esclarecimento sobre o conhecimento.

Mostrando que os filósofos se iludiram quando em vez de pesquisar o que e a própria razão e a experiência e averiguar o que elas podem ou não podem conhecer,em vez de buscar saber o que e a verdade,escolheram começar dizendo o que a realidade è,assegurando que ela è racional e que ,por isso pode ser inteiramente conhecidas pelas idéias da razão .

Puseram a realidade exterior ou os objetos do conhecimento no centro e fizeram a razão, ou sujeito

...

Baixar como (para membros premium)  txt (4.9 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com