TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

O Desenvolvimento Da Sociologia Na Segunda Metade Do Nosso século Foi Profundamente Afetado Pela Eclosão Das Duas Guerras Mundiais.

Por:   •  24/3/2015  •  837 Palavras (4 Páginas)  •  492 Visualizações

Página 1 de 4

(os acontecimentos históricos que permearam o seu desenvolvimento tornaram no mínimo problemáticas as esperanças de democratização que vários sociólogos nutriam com relação ao capitalismo. O desenvolvimento desta ciência tem como pano de fundo a existência de uma burguesia que se distanciara de seu projeto de igualdade e fraternidade, e que, crescentemente, se comportava no plano político de forma menos liberal e mais conservadora, utilizando intensamente os seus aparatos repressivos e ideológicos para assegurar a sua dominação.)

(As ciências sociais, de modo geral, passaram a ser utilizadas para produzir um conhecimento útil e necessário à dominação vigente. A antropologia foi largamente utilizada para facilitar a administração de populações colonizadas; a ciência econômica e a ciência política forneceram com bastante freqüência seus conhecimentos para a elaboração de estratégias de expansão econômica e militar das grandes potências capitalistas. A sociologia também, em boa medida, passou a ser empregada como técnica de manutenção das relações dominantes. As pesquisas de inúmeros sociólogos foram incorporadas à cultura e à prática das grandes empresas, do 39 Estado moderno, dos partidos políticos, à luta cotidiana pela preservação das estruturas econômicas, políticas e culturais do capitalismo moderno. O sociólogo de nosso tempo passou a desenvolver o seu trabalho, via de regra, em complexas organizações privadas ou estatais que financiam suas atividades e estabelecem os objetivos e as finalidades da produção do conhecimento sociológico.)

(Evidentemente,algumas tendências críticas da sociologia, principalmente as que receberam a influência do pensamento socialista, continuaram a orientar os objetivos e as pesquisas de diversos sociólogos. No entanto, esta sociologia de inspiração crítica foi, em grande escala, ignorada no meio acadêmico e marginalizada pelos institutos de pesquisa.)

(a burocratização do trabalho intelectual não era ainda uma realidade viva e concreta que aprisionava e inibia a imaginação dos sociólogos. Durante aquele período, a sociologia conheceu uma de suas fases mais ricas em termos de pesquisa. Foi o momento em que a pesquisa de campo firmou-se nesta disciplina, propiciando o levantamento de informações originais para a reflexão.)

(Na França, o pensamento de Durkheim constituiu considerável fonte de inspiração para a realização de numerosas pesquisas. Seus seguidores realizaram, a partir dos pressupostos do "fundador da escola sociológica francesa", ricas análises sobre diversos aspectos da vida social.)

(A obra de Mannheim, além de fornecer preciosas correlações entre os modos de pensamento e as suas origens sociais, procurou transformar a sociologia numa técnica de controle social. Ele considerava que vários problemas políticos e econômicos do seu tempo poderiam ser enfrentados a partir do "planejamento social". A sociologia, em sua visão, poderia oferecer um conhecimento que possibilitasse uma intervenção racional nos problemas da sua época.)

(Durante esse período, vários estudiosos buscaram formular e classificar os diferentes tipos de relações sociais que ocorrem em todas as sociedades, independente do tempo e lugar. Os estudos de Pareto sobre a ação humana, de Von Wiese sobre os processos básicos da vida social, os trabalhos de Roos sobre os mecanismos e as variedades do controle social constituem exemplos ilustrativos desta tradição de pesquisa. Estes trabalhos proporcionaram a elaboração de vários conceitos fundamentais da sociologia.)

(As investigações de campo, fartamente

...

Baixar como (para membros premium)  txt (6 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com