TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Vision of Bourdieu School and Education Disparity

Resenha: Vision of Bourdieu School and Education Disparity. Pesquise 804.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  22/2/2014  •  Resenha  •  485 Palavras (2 Páginas)  •  215 Visualizações

Página 1 de 2

A visão de Bourdieu sobre a escola e a desigualdade do sistema educacional

Através de sua analise o sociólogo Bourdieu constatou um jogo de regras de dominação e reprodução de valores.

Ele percebeu que o sistema escolar não só reproduz estas regras de dominação, como reforça aumentando as desigualdades sociais.

Com isso criou vários conceitos: o habitus, que se refere a capacidade das pessoas de reproduzir o que é ensinado sem questionar, mesmo que inconscientemente a lição continua a ser transmitida.

O conceito capital cultural refere-se ao conceito de mundo, a cultura se adquire através do conhecimento e valores familiares.

A capacidade que cada família tem de influenciar na aprendizagem da criança, de maneira positiva ou negativa.

Bourdieu considerava arbitrário, o conceito de que uma pessoa não tem capacidade de aprender por causa de sua condição social.

O conceito de campo tem relação com a atividade humana e esta vinculado com o poder simbólico, que aceita a conclusão de uma pessoa que julgamos capacitada como verdade absoluta e assim criar um senso comum onde essa verdade se torna algo aceitável que será transmitido de geração em geração.

Já com o individuo, o campo representa seu conhecimento cultural, social e econômico, tendo relação com a escola, a família e o meio social.

Bourdieu apresentou as dificuldades de alterar certos padrões sociais, pelo fato de que as pessoas influenciadas pelo poder simbólico sentem-se violentadas, oprimidas e não se acham capazes de mudar seus conceitos e preferem aceitar a dominação.

Ele defendia que a escola seria responsável pela estrutura social, pois é onde o individuo aumentaria seu conhecimento para viver em sociedade.

Também devia incentivar a capacidade do individuo e não menospreza-lo por sua condição social, pois se a escola fosse uma instituição neutra, todos teriam igualdade de oportunidades, chegando a posições superiores da hierarquia social, mas na visão pessimista do sociólogo a competição escolar tornaria incontornável.

As desigualdades sociais tem sido presentes em nossa sociedade causando reflexos na educação.

Em nossa sociedade existe e sempre existira a desigualdade social, temos hoje o grande contraste entre as redes publicas e privadas de ensino.

Muitas crianças aqui por não herdarem o capital cultural, sofrem as mesmas dificuldades que a sociedade francesa.

Crianças que chegam de outros estados com defasagem escolar muito grande,muitos por terem de trabalhar estudam a noite, sentem excluídas e sem motivação.

Já na rede privada,por virem de famílias abastadas o desempenho das crianças é ótimo, elas são muito mais motivadas, as escolas possuem boas estruturas e as crianças sentem-se incluídas no processo educacional.

O sistema que o sociólogo Pierre Bourdieu defendia esta de acordo com a nossa realidade.

Em nosso país busca-se o caminho da inclusão, pois a nossa educação é um direito para a superação

...

Baixar como (para membros premium)  txt (3.2 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com