TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

USO E/OU IMPORTÂNCIA DO GEOPROCESSAMENTO COMO FERRAMENTA PARA O PROCESSO DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL

Casos: USO E/OU IMPORTÂNCIA DO GEOPROCESSAMENTO COMO FERRAMENTA PARA O PROCESSO DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL. Pesquise 806.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  14/5/2014  •  1.611 Palavras (7 Páginas)  •  310 Visualizações

Página 1 de 7

SUMÁRIO

RESUMO.............................................................................................................4

INTRODUÇAO.....................................................................................................5

DESENVOLVIMETO............................................................................................6

CONCLUSÃO......................................................................................................11

REFERÊNCIAS....................................................................................................12

4

RESUMO

O uso de ferramentas de geoprocessamento é fundamental nos estudos de grande abrangência geográfica, sendo que o sistema de informações geográficas que contribui com conjunto de dados vetoriais, imagens, tabelas de tributos e bancos de dados organizados. O objetivo é utilizar o geoprocessamento na organização das informações, mostrando a sua potencialidade e agilidade como ferramenta tecnológica que pode contribuir para o processo do licenciamento ambiental.

A aplicação do geoprocessamento permite o levantamento de uma infinidade de dados e informações, tanto de natureza quantitativa como qualitativa, tais como a avaliação de áreas desmatadas ou afetadas por queimadas, localização, dimensionamento e cadastro de atividades poluentes ou causadoras de forte impacto ambiental na distribuição geográfica de elementos naturais ou humanos dentro de ecossistemas preservados ou antropizados, além de inúmeras outras informações que servem ao interesse de órgãos, instituições e organizações, governamentais ou não, atuantes ou envolvidas no setor ambiental.

Palavras- chave: Geoprocessamento. Licenciamento Ambiental. Impactos Ambientais e Ecossistemas.

ABSTRACT

The use of GIS tools is critical in studies of large geographical coverage, and the geographic information system that helps with set of vector data, images, tables and databases taxes organized. The objective is to use GIS in the organization of information, showing its potential and agility as a technological tool that can contribute to the process of environmental licensing.

The application of GIS allows the lifting of a myriad of data and information, both quantitative and qualitative, such as the assessment of deforested areas or affected by fires, location, design and registration of polluting activities or causing significant environmental impacts in the distribution geographic elements within natural or human or anthropogenic ecosystems preserved, and numerous other information that serves the interest of agencies, institutions and organizations, governmental and non-active or involved in the environmental sector.

Keywords: GIS. Environmental Licensing. Environmental and Ecosystems

5

INTRODUÇÃO

O trabalho tem por objetivo apresentar ferramentas de apoio ao geoprocessamento para o processo de licenciamento ambiental, utilizando-se de técnicas de geoprocessamento e suas aplicações para o levantamento, análise e integração de dados de variáveis ambientais, que subsidiem o desenvolvimento de metodologias para otimizar a execução de programas de acompanhamento e monitoramento dos impactos ambientais .

6

Desenvolvimento

Uma ferramenta que vem sendo usada com êxito no controle e monitoramento ambiental é o geoprocessamento que engloba diversas tecnologias de tratamento e manipulação de dados geográficos, GPS (Global Positioning System) e SIGs. Segundo Silva (2003), geoprocessamento representa qualquer tipo de processamento de dados georreferenciados. Que envolve técnicas e conceitos de cartografia, sensoriamento remoto, e Sistema de Informações Geográficas (SIG).

SIG é um sistema computacional, um conjunto de hardware, software, pessoas (peopleware) e dados de natureza geográfica e georreferenciados organizados com o objetivo de capturar, armazenar, atualizar e analisar informações georreferenciadas.

“O geoprocessamento é o conjunto de tecnologias destinadas a coletas e tratamento de informações espaciais, assim como o desenvolvimento de novos sistemas e aplicações, em diferentes níveis de sofisticação” (ROSA e BRITO, 1996), ou seja, o geoprocessamento é uma forma de conhecimento que utiliza técnicas matemáticas e computacionais para o tratamento da informação geográfica. Na atualidade a mais poderosa ferramenta utilizada no planejamento, fiscalização e gerenciamento dos recursos naturais, bem como na determinação e avaliação das condições ambientais de uma determinada localidade, seja ele um empreendimento rural, um empreendimento urbano.

Na maioria dos órgãos licenciados, os analistas ambientais têm acesso, diretamente ou através de um departamento especializado a sistema de informação geográfica, como é o caso do IBAMA. Com o uso do geoprocessamento contribui para controlar áreas desmatadas ou afetadas por queimadas, localização, dimensionamento e cadastro de atividades poluentes ou causadoras de forte impacto ambiental. Na preocupação de exercer com eficácia o gerenciamento dos aspectos ambientais, vem utilizando e empregando o uso de novas tecnologias, como o geoprocessamento. Um exemplo mais recente deste uso é a criação do SIAM (Sistema Integrado de Informações Ambientais), que segue os preceitos básicos do SIG.

O SIAM (Sistema Integrado de Informação Ambiental) está integrado todo o procedimento para o licenciamento ambiental, desde o cadastramento até o

7

acompanhamento do processo formalizado e o cumprimento de condicionantes, dos empreendimentos potencialmente poluidores e degradadores.

Uma das principais características do SIAM é permitir o acesso da comunidade, para acompanhar a tramitação dos processos de licenciamentos e também a uma extensa rede de informações georreferenciadas.

No SIAM (Sistema Integrado de Informações Ambientais) a base dados está divida em três segmentos:

 Base de dados integrada: contendo diversos mapas e dados Sócio-econômico georreferenciados;

 Base de dados SIG: contém dados alfanuméricos de interesse e mapas diversos voltados à aplicação do SIG;

...

Baixar como (para membros premium)  txt (12.8 Kb)  
Continuar por mais 6 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com