TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

1 E 2 Guerras Mundiais E A Crise De 1929

Por:   •  10/3/2015  •  2.885 Palavras (12 Páginas)  •  533 Visualizações

Página 1 de 12

I Guerra Mundial

Também chamada Guerra Européia, ou I Grande Guerra, opôs, de 1914 a 1918, a Alemanha, império austro-húngaro e a Turquia, a uma coligação, afinal vitoriosa, de que participaram a França, o Reino Unido, EUA e outros países.

Conflito armado, também chamado Guerra Européia ou I Grande Guerra. Irrompeu a 28/07/1914 entre o império austro-húngaro e a Sérvia, logo se alastrando na luta, de um lado, as chamadas Potências Centrais, em especial a Alemanha, o império austro-húngaro e a Turquia; e, de outro, os 'Aliados', principalmente o Reino Unido, A França, A Rússia, A Itália e, mais tarde, os EUA.

CAUSAS E ANTECEDENTES................... ............ .. .............. ............ As causas da I Guerra Mundial estão principalmente na rivalidade comercial entre os grandes Estados europeus do séc. XIX. A demais, o sistema conhecido por 'equilíbrio europeu', surgido após as Guerras Napoleônicas (1815-15) e apoiado em uma série de alianças visando a um equilíbrio militar que impedisse agressões entre as potências da comunidade, só fez propiciar uma instável paz armada, preste, sempre, a explodir numa profunda convulsão político social. A ruptura do processo começou a tomar forma na coalizão dos pequenos estados germânicos da Europa Central no império germânico, sob Otto von Bismarck, que se lançou a uma agressiva política de expansão.

Para manter a hegemonia alemã, orientava-se a diplomacia de Bismarck pelo propósito de isolar a França. De 1872 a 1882, promoveu alianças e acordos com a Áustria, a Rússia e a Itália, destacando-se a chamada Tríplice Aliança germano-austro-italiana (1882) de caráter defensivo, com prazo de validade de cinco anos (várias vezes renovadas). Mantinha-se a Inglaterra em seu 'esplêndido isolamento'. Tinha más relações com a França, que se via, assim, também inteiramente isolada. Ascendendo Guilherme II ao trono da Alemanha, afastou Bismarck, modificou a orientação da política alemã e recusou renovar o pacto com a Rússia. Isso levou o czar Alexandre II a vencer sua antipatia pelo regime republicano e assinar, em 1893, o tratado de aliança franco-russo, reforçado por convenção militar secreta e pela ação do ministro francês Delcassé. Melhorou a situação política da França, e processou-se a reconciliação com a Itália, através de um tratado de comércio, um acordo colonial e um acordo político (1898-1902). A Inglaterra, após tentar em vão aproximar-se da Alemanha, alarmou-se com o programa naval e comercial do Kaiser e voltou-se para a França, com ela firmando o acordo de 1904, sobre o Egito e Marrocos.

Pela Entende Cordialei, assim estabelecida, prometiam-se ambas as potências apoio recíproco na solução de possíveis questões diplomáticas. Em 1907, logrou a França aproximar a Rússia e a Inglaterra. A partir de 1908, a expressão 'Tríplice Entende' serve para designar o bloco França-Inglaterra-Rússia, opondo-o, com freqüência, ao da Tríplice Aliança. Várias vezes tentou a Alemanha romper a "Tríplice Entende", donde a sucessão de crises (marroquina, balcânica etc.) que, de 1905 a 1914, agitaram a Europa, conduzindo-a à guerra. Bastou o incidente do assassinato, em Sarajevo, do arquiduque Francisco Ferdinand, herdeiro do trono da Áustria, para que se precipitasse a guerra mundial.

Eclosão e campanha da França....................... ............................... O homicídio, perpetrado por um nacionalista sérvio(28/06/1914), serviu de como pretexto para a Áustria declarar guerra à Sérvia (28/08), e em breve o conflito irrompia por toda a Europa. Em 1º-VIII, a Alemanha declarou guerra à Rússia, que havia disposto seus exércitos na fronteira austro-germânica; dois dias depois invadiu a Bélgica, cuja neutralidade reconhecera, procurando atingir as fronteiras da França pelo norte. Isso causou o ingresso da Inglaterra no conflito(4/08). Dominada a Bélgica, o exército alemão correu célere pela França, detendo-se apenas às portas de Paris. A 5/09, na primeira batalha do Marne, a contra-ofensiva rechaçou os exércitos alemães para o norte do país, onde se entrincheiraram; em seguida procuraram atingir as costas do canal da Mancha, num esforço para ganhar o controle da região. Mas em Yprès(30/10 --24/11/1914), essa 'corrida para o mar' dos alemães foi detida.

A frete ocidental.......................... ............................ ........... ,.... .......... (1915-1916).Cessada a guerra de manobras nessa frente, os exércitos alemão e franco-britânico postaram-se, frente a frente, numa linha que ia da Suíça à Mancha. Durante todo o ano de 1915, a situação ali se caracterizou pelo elevado número de assaltos, de resultados insignificantes.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (19.3 Kb)  
Continuar por mais 11 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com