TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Caso Concreto 1 - Historia Do Direito Brasileiro

Artigos Científicos: Caso Concreto 1 - Historia Do Direito Brasileiro. Pesquise 787.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  3/4/2013  •  494 Palavras (2 Páginas)  •  1.414 Visualizações

Página 1 de 2

Resenha do filme Desmundo

O filme Desmundo retrata a realidade do Brasil de 1570, conta a história de uma jovem portuguesa, órfã, juntamente com outras, mandada para a América portuguesa colonial do século XVI, com o objetivo de casarem-se com os colonos. Nessa época, desbravadores portugueses tinham a missão de explorar a recente descobertas. O filme explora várias questões acerca do contexto da época que serão focalizadas, principalmente, na narrativa da personagem Oribela, uma das órfãs que são trazidas de Portugal numa caravela.Em 1552, o padre Manoel da Nóbrega solicita ao rei de Portugal que enviasse a América colonial portuguesa órfãs de boa cepa ou, na falta destas, quaisquer outras mulheres brancas, para que os homens casem e vivam em serviço de Nosso Senhor.Oribela e as demais órfãs são levadas para um lugar onde são oferecidas a seus pretendentes por uma intermediaria. A personagem principal, que se mostra muito religiosa, apresenta-se muito contrariada com a situação em que se encontra e, chegada a sua vez, quando em contato com aquele que a desposaria, dá-lhe uma cusparada no rosto, conseguindo a desistência do pretendente. Através dessa personagem nos deparamos com o universo da existência feminina, da religiosidade, do amor, da sexualidade. Todos esses sentimentos estão arraigados na personalidade dela e nos permite conhecer as estruturas mentais construídas culturalmente à época, uma vez que a sua voz ressoa outras tantas vozes, que por sua vez reproduzem os discursos normativos e impositivos da época, seja da igreja, seja da sociedade patriarcal. A mulher deveria ser obediente a seus esposos sem apresentar qualquer tipo de comportamento inadmissível, do contrário era

justificado o uso de “corretivos” ,que envolviam certos rituais com o corpo como: nunca mais deixar o

cabelo solto, mas sempre atado, seja com turbante, seja trançado, não morder o beiço, afora ou-tras atitudes que submetiam a mulher a uma verdadeira humilhação e abdicação de suas vontades e opiniões.Oribela, no entanto, desejosa que era de retornar a sua pátria, não consegue furtar-se ao matrimônio. Aparece-lhe um pretendente que a desposa e, quando seu marido, Francisco de Albuquerque, vai consumar o casamento através da união sexual esta lhe pede tolerância a fim de que se acostumasse com a presença do marido e, consequentemente, desenvolvesse uma relação de afeto.O filme mostra a propriedade de Francisco de Albuquerque onde mora com a mãe e uma criança com problemas mentais. A mão de obra utilizada na fazenda consistia em índios capturadosnas florestas. Estamos respirando o Antigo Regime nesse momento, e com aquele esquema deordenação da sociedade, o trabalho braçal era mal visto, uma ocupação inferior.Outro traço bastante marcante no filme diz respeito à questão da linguagem e asrepresentações figurativas que nele são estabelecidas. Em Desmundo a linguagem tem papelrepresentativo nos discursos que aparecem na história. Ela revela as posturas impositivas,audaciosas, resignadas, reveladoras que acontece à época. Para isso recorre-se ao léxico, com o usode palavras dicionarizadas

ou não, como no caso de Oribela, para revelar a situação “sem norte” em

que a personagem se encontra.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (3.2 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com