TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

AUGUSTE COMTE

Casos: AUGUSTE COMTE. Pesquise 788.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  7/5/2013  •  6.113 Palavras (25 Páginas)  •  482 Visualizações

Página 1 de 25

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO DO SUL

CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS

CURSO DE GRADUAÇÃO EM PEDAGOGIA

CÉSAR DE SIQUEIRA LEIRIÃO JÚNIOR

DARLAN FERREIRA DA SILVA

GABRIELA ALBUQUERQUE REINALDET WIELGANCZUK

NAYARA ALVES SOARES DOS SANTOS

TATHIANA GOMES CARDOSO

THAINARA RIBAS MONTEIRO

VANDERLEI ANTONIO MATIELI

AUGUSTE COMTE

CAMPO GRANDE/MS

MAIO/2011

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO DO SUL

CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS

CURSO DE GRADUAÇÃO EM PEDAGOGIA

CÉSAR DE SIQUEIRA LEIRIÃO JÚNIOR

DARLAN FERREIRA DA SILVA

GABRIELA ALBUQUERQUE REINALDET WIELGANCZUK

NAYARA ALVES SOARES DOS SANTOS

TATHIANA GOMES CARDOSO

THAINARA RIBAS MONTEIRO

VANDERLEI ANTONIO MATIELI

AUGUSTE COMTE

Trabalho elaborado para atender exigências de avaliação na disciplina de Filosofia da Educação, no curso de Pedagogia do 1º Semestre, sob orientação do Professor Dr. Antônio Carlos do Nascimento Osório.

CAMPO GRANDE/MS

MAIO/2011

SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO 04

2 VIDA E OBRA 05

3 O POSITIVISMO 06

4 A HUMANIDADE 12

5 A LEI DOS TRÊS ESTADOS 14

6 O POSITIVISMO NO BRASIL 16

7 CONCLUSÃO 18

REFERÊNCIAS 22

1 INTRODUÇÃO

Este trabalho tem por objetivo explanar um pouco da vida de Auguste Comte, bem como seus principais ideais e conceitos, o Positivismo, a Religião da Humanidade e a Lei dos Três Estados, e por fim, a disseminação desse pensamento no Brasil, através da leitura do livro de Ivan Lins (1967), de diversas resenhas sobre os temas citados e com o auxílio de sítios de pesquisa na internet.

Para o desenvolvimento deste trabalho, o grupo se reuniu duas vezes para o desenvolvimento do trabalho escrito, sendo que cada um ficou responsável pelo aprofundamento do tópico ou conceito que mais se familiarizou durante as leituras pessoais, e assim o trabalho tomou forma. Após esta fase, o grupo reuniu-se pela terceira e última vez, para discutir e contextualizar os temas, nesta etapa cada um explicou o tema que se aprofundou aos demais.

2 VIDA E OBRA

Isidore Auguste Marie François Xavier Comte nasceu em 19 de janeiro de 1798, em Montpellier, sul da França. Teve um relacionamento tempestuoso com sua família, pois os acusava de avarentos e de culpados pela sua situação econômica precária. No ano de 1814, aos dezesseis anos de idade, Conte entrou para a Escola Politécnica de Paris, onde permaneceu por dois anos e recebeu influências de Sadi Carnot, Lagrange e Pierre Simon de Laplace.

No ano de 1817, Comte virou secretário de Saint-Simon, que também ajudou no desenvolvimento de seus pensamentos. Em 1824, Augusto afastou-se de Simon, por haver divergências em seus pensamentos e naquele mesmo ano casou-se com Caroline Massin e começou dar aulas particulares de Matemática. Dois anos mais tarde, Comte começou a dar cursos sobre a filosofia positivista, que tiveram que ser interrompidas muito cedo, devido as suas crises mentais que desencadearam profunda depressão melancólica. Comte separou-se de sua mulher em 1842, pois ela não concordava com suas atitudes.

Em 1845, Augusto Comte conheceu Clotilde de Vaux, por quem se apaixonou profundamente, entre tanto, ela era casada com um homem que se encontrava preso e dizia que seu casamento era indissolúvel, permitindo apenas uma amizade entre os dois. Clotilde mudou completamente a vida do filósofo e deu novos rumos aos seus pensamentos. Após a morte de sua amada, Comte a transformou em sua inspiração para a criação de uma nova religião, a Humanidade, nesse período, dedicou-se ao estudo da música e à poesia italiana e espanhola. Segundo o filosofo, a palavra “deus” deveria significar a humanidade em geral.

Comte passou os últimos anos de sua vida sozinho, abandonado pelos seus discípulos. Faleceu no dia 05 de setembro de 1857, em Paris. De suas obras, destacamos duas: o Sistema de Filosofia Positiva (1830) onde ele institui a Religião da Humanidade; e o Apelo aos Conservadores (1855) em que Comte definiu a palavra “positivo” com sete acepções: real, útil, certo, preciso, relativo, orgânico e simpático. Além dessas, escreveu Tratado elementar de Geometria Analítica (1841), Tratado Filosófico D'Astronomia Popular (1845), Sistema de Política Positiva ou Tratado de Sociologia instituindo a Religião da Humanidade (1851-1854), Catecismo Positivista ou Sumaria Exposição da Religião Universal (1852), e Síntese Subjetiva ou Sistema Universal das Concepções próprios do Estado Normal da Humanidade (1856), além de outras, publicadas após a sua morte.

3 O POSITIVISMO

Auguste Comte é considerado o fundador da ciência Sociologia e do neologismo Sociologia, palavra que veio substituir a física social, noção esta que estava sendo utilizada para designar os trabalhos estatísticos aplicados à criminalidade e à demografia. Para pensar a realidade social de sua época, Comte partiu de premissas básicas estruturadas, principalmente, nas ideias do filósofo francês Marquês de

...

Baixar como (para membros premium)  txt (41.9 Kb)  
Continuar por mais 24 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com