TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

PLANO DE AULA: PAULO FREIRE - EDUCAÇÃO PARA CONSCIÊNCIA: DESCONSTRUÇÃO DO IDEAL SOCIAL FEMININO PRESENTE NA LITERATURA

Por:   •  5/2/2017  •  Pesquisas Acadêmicas  •  925 Palavras (4 Páginas)  •  878 Visualizações

Página 1 de 4

I. Plano de aula: Introdução

O trabalho de Paulo Freire (1921-1997) atingiu reconhecimento internacional, tornando o educador brasileiro mais reconhecido internacionalmente. Os conceitos pedagógicos do autor são conhecidos por possuir características diretamente relacionadas às noções políticas. Para Freire, a principal finalidade da educação é atingir a conscientização do aluno, de modo que a educação atinja principalmente os setores sociais mais desamparados, para proporcionar a compreensão do sistema educacional vigente que oprime essas classes. Uma das principais obras de Freire é seu livro chamado Pedagogia do Oprimido. Dedicado aos que são referidos como "os oprimidos", Paulo Freire destaca que os próprios oprimidos devem assumir uma postura revolucionária passando pela conscientização em relação à condição opressora que está sobre eles, tendo como compromisso na atuação de sua própria libertação.

II. Dados de identificação

Escola: Escola Estadual Firmino Costa

Professora: Ana Paula Assis

Disciplina: Literatura

Série: 1° ano do ensino médio

Turma: A Período: vespertino

III. Conteúdo

Este projeto estabelece uma análise sobre a imagem feminina, em seu percurso histórico-literário. Percurso este que se apoiou em textos de todos os períodos no decorrer das eras, principiando pelos textos bíblicos, sobrevindo também pelas obras literárias das Eras: Medieval, Clássica, Romântica e Contemporânea. Através de um exame crítico da poesia e dos gêneros característicos destas obras, verifica-se um paralelo peculiar a percorrer todos estes períodos literários: um paralelo que define a permanência da ideia da mulher-mãe e mulher-esposa, arquitetada pelo princípio familiar patriarcal. Constata-se no passo da história que a literatura foi um dos amplos métodos de manutenção dessa idealização do feminino. Aparelhamos alguns dados e considerações sobre o feminino, em relação ao seu contínuo registro na literatura, acomodado aos alicerces votados à sociedade patriarcal cristã. Firmado nos conceitos de Freire, este trabalho procura discorrer sobre o método de desumanização ocasionado para manutenção do sistema de quem oprime. Relatando alguns aspectos que sobrepujam o oprimido, e comete que estes sejam inferiorizados.

“[...] desumanização, que não se verifica apenas nos que têm sua humanidade roubada, mas também, ainda que de forma diferente, nos que a roubam, é distorção da vocação do ser mais” (Freire, PdO, 1987, p. 16).

Este trabalho propõe, então, desconstruir este processo de desumanização causada pelo opressor a seus oprimidos, de modo a repensar as ideologias contidas no modelo da mulher presente nas obras literárias desde os primórdios dos tempos.

Entende-se que a ação para libertação deve ser observada e notada por opressor e oprimido. A libertação da condição de opressão é um ato social e, portanto, não pode ocorrer de modo isolado. A humanidade estabelece, e exige, um conjunto social e devido isso, o despertar da consciência, crítica, e mudança do ambiente deve incidir socialmente. Contudo como haverá a mulher de sair da condição social de opressão se a realidade sociocultural difundida é impregnada de elementos que reforçam e arraigam estereótipos do padrão de “mulher ideal” e condena qualquer ação desviante desse papel? Na progressão de seu livro, Paulo Freire procura conscientizar acerca do fundamental papel problematizador da realidade, e de como a educação também tem uma função significativa nesta marcha em busca pela liberdade.

“[...] a destruição de todas as cristalizações culturais em que a mulher é imbecil jurídica, irresponsável social, homem castrado, a carne, a pecadora, Eva da serpente, corpo sem alma, virgem-mãe, bruxa, mãe abnegada, vampiro do homem, fada do lar, ser humano estúpido e muito envergonhado pelo sexo, cabra e anjo, etc, etc,” (The Three Marias, 1972).

IV. Objetivos

• Objetivo Geral

Promover a reflexão, numa perspectiva Freireana, sobre o método de desumanização opressor que a mulher se encontra desde a antiguidade;

Apontar e discorrer sobre a idealização da mulher através dos tempos, em suas representações na literatura, desde suas raízes bíblicas, até os registros literários do fim do século XX;

...

Baixar como (para membros premium)  txt (6.6 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com