TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Texto Para Sala De Aula

Trabalho Escolar: Texto Para Sala De Aula. Pesquise 807.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  2/6/2014  •  486 Palavras (2 Páginas)  •  311 Visualizações

Página 1 de 2

ANÁLISE BIBLIOGRÁFICA

BIBLIOGRAFIA

PIAGET, Jean. A Formação do Símbolo na Criança. Imitação, jogo e sonho, imagem e representação. Trad. Álvaro Cabral. Rio de Janeiro: Zahar, 1971.

JUSTIFICATIVA

O livro é composto de dez capítulos escritos pelo autor, onde o mesmo enfatiza que por meio das atividades recreativas ou de brincadeiras instrucionais, as crianças podem ser favorecidas, tanto no aspecto lúdico, de diversão e prazer como no aspecto da aprendizagem, uma vez que se pode aprender muitas noções e habilidades por intermédio de brincadeiras. Porém, é importante que os educadores saibam que as maiores contribuições do brincar ficam em segundo plano, sobretudo, naquelas brincadeiras que evidenciam apenas os objetos instrucionais. A obra retrata a imaginação e o reino próprio da infância e será de grande valia, pois contribuirá no entendimento do pensar da criança, já que seu universo está povoada de liberdade que o adulto rotula para poder compreendê-lo, mas que, na verdade, tem sentido biológico de equilíbrio vital.

BIBLIOGRAFIA

VIGOTSKY, L. A formação social da mente: O desenvolvimento dos processos psicológicos superiores. 6ª ed. São Paulo, Martins fontes, 1998.

JUSTIFICATIVA

O livro ressalta que a formação social da mente é uma seleção cuidadosa dos ensaios mais importantes de Vigotski, editada por um grupo de eminentes estudiosos da obra.

O brincar é, portanto, uma das atividades fundamentais para o desenvolvimento das crianças, pois, por meio das brincadeiras, elas podem ampliar algumas competências importantes; tais como: a atenção, a imitação, memória, a imaginação, etc. Brincando as crianças descobrem e refletem sobre a realidade da cultura na qual vivem, incorporando e, ao mesmo tempo, questionando regras e papéis sociais. Isso quer dizer que nas brincadeiras as crianças podem extrapolar a realidade e transformá-la por meio da imaginação. Este material será muito útil, pois a origem do processo brincar se localiza naquilo que a criança conhece e vivencia; é apoiada nesse conhecimentoque ela elabora e reelabora situações de sua vida cotidiana; porém a criança toma consciência de si e do mundo, construindo significados sobre a realidade.

BIBLIOGRAFIA

FORTUNA, Tânia Ramos. O brincar na educação infantil. Disponível em: http: //alfabetizacaoecia.blogspot.com.br/2011/03/texto-para-estudo-o-brincar-na-educacao.html

JUSTIFICATIVA

A Pedagoga Tânia Ramos Fortuna autora de dezenas de textos sobre Jogo e Educação

dedica-se prioritariamente aos estudos sobre Ludicidade e Educação que servirá de base para o estudo sobre a importância do brincar na Educação Infantil. Ela responderá a muitas indagações sobre o tema: Como os professores cuja prática pedagógica tem presente a brincadeira tornaram-se capazes de ensinar brincando? Por que e de que maneira esses professores brincam em suas aulas? Como, afinal, um professor se forma para brincar?

Tânia Ramos Mendes enfatiza que não é possível falar em formação lúdica sem

...

Baixar como (para membros premium)  txt (3.4 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com