TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

1- HUMILHAÇÃO SOCIAL: UM PROBLEMA POLITICO EM PSICOLOGIA

Por:   •  11/3/2014  •  1.183 Palavras (5 Páginas)  •  462 Visualizações

Página 1 de 5

RELATORIO FINAL DAS 4 ETAPAS

Relatório final

Introdução

No referido trabalho serão apresentadas as etapas propostas nessa atividade prática supervisionada da disciplina Psicologia Social que teve como objetivo compreender o Significado Social enquanto profissão, bem como as lutas enfrentadas e as possibilidades de ação contidas na realidade dos Assistentes Sociais.

O trabalho consiste na construção de uma fundamentação teórico-prática referentes aos conceitos de humilhação social e invisibilidade publica, e na identificação desses fenômenos na vida cotidiana.

A ênfase se dá no fato de algumas pessoas simplesmente não conseguirem ser enxergadas por alguns meios, pois é satisfatório para estes a invisibilidade de certos grupos sociais.

03

1- HUMILHAÇÃO SOCIAL: UM PROBLEMA POLITICO EM PSICOLOGIA

A Humilhação Social onde nos deparamos com os vários tipos de humilhação que o ser humano é submetido durante toda sua trajetória de vida. Uma delas é a “humilhação social” que atinge principalmente as pessoas de baixa renda. O fato é que esse tipo de humilhação causa ao ser humano muito danos e o principal deles é o psicológico. Quem sofre desse tipo de transtorno tende a ficar constantemente com complexo de inferioridade e se submete à reclusão por parte da sociedade. O fato de uma pessoa nascer em uma família pobre, por exemplo, não significa que ela deve se conformar com essa condição, uma vez que isso agrava ainda mais o problema fazendo com que ele fique longe de ser erradicado.

Durante a leitura do texto, percebemos o quanto é imposto ao cidadão menos favorecido que a condição dele determina sim o quanto ele é importante pra sociedade, ou seja, ele praticamente não exerce nem um valor no meio em que vive. A sociedade delimita muito a vida de quem tem menor poder aquisitivo porque mesmo involuntariamente, o próprio cidadão contribui para isso em uma espécie de conformismo.

Percebemos ainda o quanto isso causa grandes transtornos às gerações futuras, onde aqueles que convivem com isso, tendem a continuar essa linhagem de desigualdades.

Humilhação, de uma forma geral, já impõe a nós uma sensação de revolta, por isso o que acontece na humilhação social não é diferente. Isso causa danos graves e muitas vezes irreversíveis. Pessoas sofrem constantemente com esse fato e muitas vezes parte dos fatos de violência e criminalidade decorrem do impacto causado pela humilhação social.

2- A DESIGUALDADE E A INVISIBILIDADE SOCIAL NA FORMAÇÃO DA SOCIEDADE BRASILEIRA

A desigualdade social e a pobreza são problemas sociais que afetam a maioria dos países na atualidade. A pobreza existe em todos os países, pobres ou ricos, mas a desigualdade social é um fenômeno que ocorre principalmente em países não desenvolvido.

Os que vêm de família modesta têm, em média, menos probabilidade de obter um nível alto de instrução. Os que possuem baixo nível de escolaridade têm menos probabilidade de chegar a um status social elevado, de exercer profissão de prestígio e ser bem remunerado. É verdade que as desigualdades sociais são em grande parte geradas pelo jogo do mercado e do capital, assim como é também verdade que o sistema político intervém de diversas maneiras, às vezes mais, às vezes menos, para regular, regulamentar e corrigir o funcionamento dos mercados em que se formam as remunerações materiais e simbólicas.

04

O conceito de invisibilidade social tem sido aplicado, quando se refere a seres socialmente invisíveis, seja pela indiferença, seja pelo preconceito, o que nos leva a compreender que tal fenômeno atinge tão somente aqueles que estão à margem da sociedade. Há várias formas de invisibilidade social: econômica, racial, sexual, etária, entre outras. É o que acontece, por exemplo, quando um mendigo é ignorado de tal forma que passa a ser apenas mais um objeto na paisagem urbana.

Pessoas que são desprovidas de status, glamour, reconhecimento social e adequada remuneração.Assim, os trabalhadores que executam tarefas imprescindíveis à sociedade moderna, mas assumidas como de categoria inferior pelos mais variados motivos, geralmente não são nem percebidos como seres humanos, e sim apenas como “elementos” que realizam trabalhos a que um membro das classes superiores jamais se submeteria. Em conseqüência, o que não é reconhecido não é visto.

3- HOMENS INVISÍVEIS: UMA HUMILHAÇÃO SOCIAL

Com a pobreza vem também a exclusão social, sentida freqüentemente pela

...

Baixar como (para membros premium)  txt (7.8 Kb)  
Continuar por mais 4 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com