TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

A Escola Livros de autores e pedagogos Rubens Alves

Tese: A Escola Livros de autores e pedagogos Rubens Alves. Pesquise 791.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  16/11/2014  •  Tese  •  550 Palavras (3 Páginas)  •  269 Visualizações

Página 1 de 3

“A escola que eu sempre sonhei sem imaginar que pudesse existir” do autor Rubens Alves fala sobre a experiência da Escola da ponte, desenvolvida em Portugal na qual conta com mais de trinta anos de existência.

O autor do livro e educador Rubens Alves ao entrar em contato com a Escola da Ponte pôde presenciar a realização de todos os seus anseios educacionais. De forma com que a Escola da Ponte apresenta uma prática pedagógica focada totalmente no aluno e em suas necessidades. Fazendo da escola um verdadeiro laboratório de novas experiências e aprendizado. Na qual a relação entre educador e educando é repensada e trabalhada de forma bilateral, ou seja, os dois lados são beneficiados.

Neste modelo escolar não existe o pensamento de “eu professor sou o detentor do saber”, mas existe sim uma relação dialógica, no qual saberes são trocados e através de experiências reais e do exercício da responsabilidade os educandos tornam-se personagens principais e com isso sentem-se motivados a aprender, participar ativamente deste processo e realizar novas descobertas.

Após o autor passar alguns dias em contato com esta escola e conversar com toda a equipe pedagógica, relatou essas experiências através de artigos publicados em jornal, artigos estes que foram reunidos neste livro e que relatam e mostram todo o encantamento do autor pelas práticas educacionais vivenciadas na Escola da Ponte.

A Escola da Ponte possui uma equipe sólida na qual atua a mais de vinte anos na escola totalizando cento e vinte e cinco alunos. Passaram por um processo de construção incessante de forma coletiva e através de um estudo bem desenvolvido e de erros, seus educadores juntamente com a comunidade criaram as bases de uma proposta pedagógica focada e comprometida com o aluno e com o desenvolvimento de sua criatividade. Partindo da ideia de que o aprendizado pode acontecer de forma prazerosa.

Assim, a Escola da Ponte não apresenta a clássica divisão de salas e aulas, não existe um único espaço partilhado por todos e desta forma a lição social é “todos partilhamos de um mesmo mundo”. Os espaços são amplos, as salas são multisseriadas e o que determina a ação pedagógica são os temas escolhidos que possibilitam o agrupamento dos alunos de acordo com seus interesses em determinados projetos. Um modelo de escola onde todos se ajudam, não existe competição e sim a cooperação.

Rubens Alves avaliando essas experiências relata que a escola da ponte não almeja que a cidadania seja um alvo a ser atingido, mas sim que a escola da ponte permita que seus alunos vivam efetivamente a cidadania.

O encanto do autor por essa experiência dá-se pelo fato de o mesmo ser um severo crítico de forma como a escola está organizada. E por isso o mesmo vê a escola da ponte como uma autêntica experiência na qual estimula a inclusão de todos os alunos, agrega valores que permite a vivência real da cidadania. E que forma o aluno considerando a sua totalidade e não apenas o fragmento como normalmente fazem as escolas que seguem modelos tradicionais.

Este livro diz respeito, portanto, a uma tentativa do autor motivar os educadores para que promovam mudanças, transformações que gerem um aprendizado mais claro, prazeroso e voltado para a vivência da cidadania, não como uma utopia, mas sim como algo real que pode e deve ser desenvolvido nas escolas.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (3.3 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com