TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

A pesquisa de ansiedade de estudantes de instituições de ensino superior

Por:   •  11/9/2013  •  Artigo  •  849 Palavras (4 Páginas)  •  317 Visualizações

Página 1 de 4

Resumo

Introdução: A ansiedade é uma experiencia emocional em função da previsão de situações futuras ou em presença de situações consideradas como desagradáveis para o individuo. Ao longo do percurso académico o estudante é confrontado com situações geradoras de pressão psicológica e ansiedade. Como estudantes do Ensino Superior, decidimos avaliar o nível de Ansiedade dos estudantes do 4º ano do Curso de Licenciatura em Enfermagem e Identificar algumas variáveis que influenciam o comportamento ansioso.

Material/Métodos: Inventário Clínico de Auto-Conceito (Vaz Serra, 1985); Inventário de Ansiedade Traço-Estado – IDATE (Spielberg et al, 1970), traduzido e validado por (Biaggio e Natalício, 1979).

Estudo quantitativo, descritivo-correlacional, retrospectivo. A amostra é constituída por 107 estudantes, com idades compreendidas entre os 20 e 26 anos, do 4º ano da Escola Superior de Saúde de Viseu.

Resultados: Os scores de IDATE variam entre 21 e 80 (χ = 41.7; s = 11.9) para a ansiedade - estado e entre 23 e 65 (χ = 40.8; s = 9.8 ) para a ansiedade – traço. O auto conceito associou-se com a Ansiedade (A-Estado: r= 0.375 p=0.000 e A-Traço: r=0.425 p=0.000) inferindo-se que quanto menor o auto conceito maior é a ansiedade. Considerou-se a existência de uma associação significativa entre ansiedade e apresentação oral de trabalhos; dias anteriores a frequência; dia da frequência e duração de ensinos clínicos. A associação

224

Centro de Estudos em Educação, Tecnologias e Saúde

entre expectativas futuras e ansiedade revelou-se significativa no que concerne: exercer a profissão logo após a finalização do curso; o curso possibilitar a realização profissional e por fim concretizar os objectivos a curto prazo.

Conclusões: O estudo permitiu concluir que 52.3% dos estudantes de Enfermagem se encontram no nível II de ansiedade (moderado), tanto para a ansiedade – estado como para a ansiedade – traço e 27.1% no nível I (baixo) e possuem valores de auto-conceito, superiores á media (76.0).

Palavras-chave: Ansiedade; Estudantes; Auto-conceito; Ensino Superior.

Abstract

Introduction: The anxiety is an emotional experience due to the prediction of future situations or in presence of situations that are considered disagreeable by the individual.

Throughout the academic course the student is confronted with situations that generate psychological pressures and anxieties. As students of Higher Education, we decided to evaluate the level of anxiety of the 4º year students on the Nursing Course to identify some variables that influenced the anxious behaviour.

Methodology/Methods: Inventário Clínico de Auto-Conceito (Vaz Serra, 1985); Inventário de Ansiedade Traço-Estado – IDATE (Spielberg et al, 1970), translated and certificated by (Biaggio e Natalício, 1979).

Quantitative study, co relational-descriptive, retrospective. The sample consisted of 107 4TH year students, whose ages were between 20 and 26 years, and were students at the Viseu Superior School of Health.

Results: The IDATE scores varied between 21 and 80 (χ = 41.7; s = 11.9) for anxiety-state and between 23 and 65 (χ = 40.8; s = 9.8) for anxiety-trace. The self-concept was associated with Anxiety (A-State: r= 0.375 p=0.000 e A-Trace: r=0.425 p=0.000) inferring that the lower the self-concept the higher the anxiety. We have considered the existence of a significant association between anxiety and oral presentations; the days before the exams; the days of the exams and during clinical trials. The association between future expectations and anxiety revealed to be significant in the following

...

Baixar como (para membros premium)  txt (5.9 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com