TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Leis diretrizes bases da educação

Por:   •  13/5/2019  •  Resenha  •  844 Palavras (4 Páginas)  •  54 Visualizações

Página 1 de 4

A LDBEN estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional, sancionada em 20 de dezembro de 1996 pelo presidente Fernando Henrique Cardoso, que trouxe alterações na LDB/61 trazendo a visão do Senador Darcy Ribeiro. A lei traz a importância da educação escolar como meio da obtenção do trabalho e pratica social, logo, sendo um dever da família e do Estado.

O ensino deve permitir igualdade das condições de acesso e permanência na escola, como a liberdade de aprender, ensinar, pesquisar e divulgar a cultura, o pensamento a arte e o saber, com pluralismo de ideias e tolerância; a gratuidade do ensino público em estabelecimentos oficiais, valorização do profissional da educação escolar, à democratização do ensino público, assim como a garantia de padrão de qualidade, coexistência do ensino público e privado, valorização da experiência extraescolar, como também a vinculação do espaço escolar e trabalho.

Também é dever do Estado a garantia de educação básica obrigatória e gratuita dos quatro a dezessete anos de idade, dividindo-se em pré-escola; ensino fundamental e ensino médio. Atendimento educacional especializado gratuito aos educandos com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades ou superdotação. Estabelece o acesso gratuito ao ensino fundamental e médio para pessoas que não concluíram na idade estipulada de quatro a dezessete anos. Incentivo ao conhecimento, pesquisa e criação artística. Estabelece ensino noturno, adequando-se as condições do educando. Atendimento ao educando em todas as etapas da educação básica por meio de programas de material didático-escolar, transporte, alimentação e assistência à saúde.

A LDBEN definiu o que pode, o que é e o que não é permitido em termos educacionais. Ela delimitou o papel da União, do Estado e dos munícipios, assim como, trouxe a participação da família como primordial para a obtenção do sucesso da educação brasileira, bem como o apoio dos integrantes que fazem parte do processo educativo. Sendo todos os setores partes importantes de um processo colaborativo, no qual um sustenta o outro.

Porém, na pratica a LDBEN ainda deixa muito a desejar. O índice de analfabetismo ainda é alto, embora em suas diretrizes esteja disponível o acesso gratuito a escola em todos os níveis e em todas as idades. O que se faz pensar se a gratuidade é o único problema a ser resolvido. Há também a evasão do ensino básico e superior, ocasionando pela desistência do aluno a participação escolar, seja devido a questões de incentivo escolar no qual o aluno em si não veja a educação como forma de atuação no social, assim como, não necessário para a realização do trabalho. Também há o problema dos horários e períodos de participação escolar, onde os alunos desistem da escola por não conseguirem conciliar o trabalho e escola, ou mesmo, sua vida familiar e suas atividades escolares.

Assim, a LDBEN discute sobre a assistência a alunos com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades ou superdotação, dando suporte ao ensino desses alunos para a inclusão do ensino. Porém, na maioria das escolas, os professores não tem suporte para lidar com quantidades exorbitantes de alunos e precisa, além das suas funções de docentes, buscar auxiliar ao máximo possível todos os alunos, cada um com suas mais variadas necessidades. Além

...

Baixar como (para membros premium)  txt (5.5 Kb)   pdf (36.4 Kb)   docx (9 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com