TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

O TRANSTORNO DE ANSIEDADE NA ABORDAGEM COGNITIVO COMPORTAMENTAL

Por:   •  8/11/2018  •  Relatório de pesquisa  •  4.973 Palavras (20 Páginas)  •  59 Visualizações

Página 1 de 20

UNIP – Universidade Paulista

CURSO DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA

Campus Tatuapé

Cristhiane Ayko Taniguti de Farias RA: D44FHG0

Natália Lombardi Velicev RA: D50AEG-0;

TRANSTORNO DE ANSIEDADE NA ABORDAGEM COGNITIVO COMPORTAMENTAL

São Paulo

2017

INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS

             CURSO DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA

Discentes:

Cristhiane Ayko Taniguti de Farias RA: D44FHG0

Natália Lombardi Velicev RA: D50AEG-0;

Orientador: Professor Daniel Franção Stanchi

TRABALHO PARA A DISCIPLINA

 “TEORIA EM SISTEMAS EM PSICOLOGIA”

TRANSTORNO DE ANSIEDADE NA ABORDAGEM COGNITIVO COMPORTAMENTAL

Trabalho apresentado à Universidade Paulista – Instituto de Ciências Humanas, como parte dos pré-requisitos da matéria de Teoria em Sistemas em Psicologia.

Professor: Daniel Franção Stanchi.

Universidade Paulista UNIP – Campus Tatuapé

SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO............................................................................. 4

2. OBJETIVO................................................................................... 5

3. TRANSTORNOS DE ANSIEDADE: ENFOQUE NAS RESPOSTAS DE EVITAÇÃO/ELIMINAÇÃO E ESTRATÉGIAS TERAPÊUTICAS DECORRENTES. .......................................................................... 5

4. ANSIEDADE ENQUANTO FENÔMENO COMPORTAMENTAL. 7

5. O PAPEL DAS EMOÇÕES NA EXPLICAÇÃO DO COMPORTAMENTO..................................................................... 8

6. O QUE É ANSIEDADE?............................................................ 8

7. FUGA E ESQUIVA COMO COMPONENTES ABERTOS DA RESPOSTA ANSIOSA E SUAS INTERAÇÕES COM OUTRAS RESPOSTAS OPERANTES................................................................................ 9

8. EXPLICAÇÕES ADICIONAIS AO PARADIGMA DE SUPRESSÃO CONDICIONADA..........................................................................10

9. CONTROLE DE ESTIMULOS...................................................11

10. CLASSE DE RESPOSTAS DE ORDEM SUPERIOR.............12

11. OPERAÇÕES ESTABELECEDORAS................................... 13

12. UMA PROPOSTA DE ANÁLISE............................................ 14

13. ALGUMAS IMPLICAÇÕES DA ANÁLISE APRESENTADA NO DELINEAMENTO DO TRATAMENTO......................................... 15

14. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS...................................... 17


1. INTRODUÇÃO

O Termo ansiedade possui características bastante diversas, pacientes relatam vários eventos diferentes, tanto referentes a aspectos internos e externos, algumas situações citadas podem ser de status, situações essas consideradas agradáveis que podem passar para um sentimento de ansiedade, quando, por exemplo, falamos de esperar algo. Todavia existem casos onde o paciente relaciona a ansiedade com situações e consigo mesmo de forma que a queixa se torna clínica, ou seja, a ansiedade presente nos Transtorna de Ansiedade.

Devemos definir os eventos identificados como ansiedade. Na ansiedade o individuo é acometido por uma sensação emocional desagradável acompanhado de desconforto somático, algo interno que o mesmo guarda em relação ao medo. Esta sensação é relacionada a algo que irá acontecer, um evento futuro, e considerado uma ameaça de forma exagerada, desproporcional (Gentil 1997). Os sintomas físicos que o individuo sente podem ser mãos suadas, coração acelerado, frio na barriga e também sentir-se paralisado.

O conceito de ansiedade pode ser definido por três perspectivas de observação: 1- o paciente descreve seu estado interno; 2 – avaliação fisiológica e comportamental; 3 – utilizar técnicas de acordo com as perspectivas escolhidas.

Seus sintomas envolvem excitação biológica, ou aparecimento de sintomas musculares como erupções na pele, taquicardia, sensação de afogamento ou sufocamento, suor excessivo, dores e tremores, perda de habilidade social, dificuldade se concentração, medo exagerado, fuga, expectativa de controle por eventos futuros e relatos verbais de mal estar indefinido etc. (Gentil,1998)

...

Baixar como (para membros premium)  txt (36.2 Kb)   pdf (274.2 Kb)   docx (111.6 Kb)  
Continuar por mais 19 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com