TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Síndrome de alienação parental (SAP)

Artigo: Síndrome de alienação parental (SAP). Pesquise 787.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  5/11/2014  •  Artigo  •  368 Palavras (2 Páginas)  •  129 Visualizações

Página 1 de 2

Síndrome de alienação parental

A chamada Síndrome de Alienação Parental (abreviada como SAP) é um termo cunhado por Richard A. Gardner no início de 1980 para se referir ao que ele descreve como um distúrbio no qual uma criança, numa base contínua, cria um sentimento de repúdio a um dos pais sem qualquer justificativa, devido a uma combinação de fatores, incluindo a doutrinação pelo outro progenitor (quase exclusivamente como parte de uma disputa da custódia da criança) e as tentativas da própria criança denegrir um dos pais.1 Gardner introduziu o termo em um documento de 1985, descrevendo um conjunto de sintomas que tinha observado durante o início de 1980.1

A Síndrome de Alienação Parental não é reconhecida como uma desordem pelas comunidades médica e jurídica e a teoria de Gardner, assim como pesquisas relacionadas a ela, têm sido amplamente criticadas por estudiosos de saúde mental e de direito, que alegam falta de validade científica e fiabilidade.2 3 4 5 6 No entanto, o conceito distinto, porém relacionado, de alienação parental - isto é, o estranhamento de uma criança por um dos pais - é reconhecido como uma dinâmica em algumas famílias durante o divórcio.2 7 8

A admissibilidade da SAP foi rejeitada por um painel de peritos e o Tribunal de Apelação da Inglaterra e País de Gales, no Reino Unido, e o Departamento de Justiça do Canadá desaconselham seu uso. Entretanto, a admissibilidade ocorreu em algumas Varas de Família nos Estados Unidos.9 10 Gardner retratou a SAP como bem aceita pelo judiciário, havendo estabelecido uma série de precedentes, mas a análise jurídica dos verdadeiros casos indicam que sua alegação estava incorreta.6 Brasil é o único país que reconhece e condena o SAP nos tribunais.

Foi rejeitada como uma entidade clínica pelas duas instituições em todo o mundo mais reconhecido em termos de problemas de saúde e mentais: a Organização Mundial da Saúde ea Associação Americana de Psicologia . É por isso que ele não aparece nas listas de doenças patológicas de um manual, ou o CID-10 no (OMS) ou o DSM-IV , publicado pela Associação Psiquiátrica Americana . A Associação Americana de Psiquiatria, confirmaram que, apesar do pedido de alguns grupos, não incluem o SAP na sua actualização do DSM V.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (2.3 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com