TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

O TRABALHO DO/A ASSISTENTE SOCIAL NA ESCOLA PÚBLICA REGULAR FRENTE À PROPOSTA DE EDUCAÇÃO ESPECIAL INCLUSIVA: DESAFIOS E POSSIBILIDADES

Por:   •  25/8/2018  •  Relatório de pesquisa  •  6.267 Palavras (26 Páginas)  •  156 Visualizações

Página 1 de 26

O TRABALHO DO/A ASSISTENTE SOCIAL NA ESCOLA PÚBLICA REGULAR FRENTE À PROPOSTA DE EDUCAÇÃO ESPECIAL INCLUSIVA:

DESAFIOS E POSSIBILIDADES

Stênio Marques Cunha[1]

Cleyton Santana e Silva[2]

Resumo

O presente artigo científico propõe uma discussão e análise acerca do trabalho como categoria fundante da sociabilidade humana, fazendo um trajeto pelo o que é denominado trabalho e o trabalho como condição assalariada no sistema capitalista. Propõe também a reflexão do trabalho e suas configurações: uma discussão a cerca da atuação do/a assistente social na Política de Educação, com abordagem específica na Educação Especial Inclusiva na rede pública de ensino regular. Frente aos objetivos propostos, utilizou-se como metodologia de pesquisa - a pesquisa bibliográfica acerca de livros e artigos sobre a temática, possibilitando explicitar os desafios, contribuições e possibilidades de intervenção profissional.

Palavras-chave: Trabalho do Assistente Social. Política de Educação. Inclusão.

THE WORK / A SOCIAL WORKER IN REGULAR SCHOOL PUBLIC RELATION TO PROPOSED SPECIAL EDUCATION INCLUSIVE :

CHALLENGES AND POSSIBILITIES

Abstract

The scientific article proposes gift a discussion and analysis work how about basic category of human sociability, making hum path for what and called work and work as salaried condition not capitalist system. Proposes also, since do what is called work and settings its a discussion about the role of the / a social worker in Education Policy, with specific approach in Special Education Inclusive education in regular public network. Front to proposed goals, used - if como research methodology - one bibliographic search about books and articles about the theme, que possible explicit os challenges, contributions and professional intervention possibilities.

Keywords: Work of the social worker. Education policy. Inclusion.

1 INTRODUÇÃO

O presente trabalho monográfico tem por objetivo construir reflexões e conhecimentos acerca da atuação do/a assistente social no sistema escolar público regular frente à proposta de Educação Especial Inclusiva. A inserção do/da assistente social na Política de Educação traz uma aproximação teórica e prática deste profissional ao campo educacional, conhecendo e estudando os problemas socioeducativos e sua contribuição no sistema escolar, visando à realidade social da educação, como também mapeando-a quanto a estes problemas de forma a garantir aos educandos a melhoria das condições de estudo; fazendo uma abordagem da Educação Especial Inclusiva, seu processo histórico e sua configuração atual. 

 No que tange a revisão bibliográfica, a fundamentação teórica recolhidas da bibliografia especializada, permitiram breves aproximações ao objeto de estudo e a formulação dos seguintes problemas: a) Quais os desafios postos ao/a assistente social no espaço sócio ocupacional de instituição pública de ensino comum numa perspectiva de educação especial inclusiva; b) Identificação quanto à aproximação teórica e prática do profissional (assistente social) ao campo educacional, conhecendo e estudando os problemas socioeducativos e as contribuições do Serviço Social no sistema escolar; c) Reflexão e entendimento da realidade social da educação, de forma a garantir a todos os educandos a melhoria das condições de estudo, e; d) Quais os meios de enfrentamento à questão social na Política de Educação Especial.

Portanto, por meio dessa problemática, houve possibilidades de investigação quanto o trabalho do/da assistente social na escola pública regular frente à proposta de educação inclusiva.

 Os objetivos da pesquisa foram mostrar as contribuições deste profissional para a realidade escolar; identificando os problemas sociais a serem combatidos no campo da educação; assim como refletir quanto os desafios e as possibilidades de atuação profissional no ensino regular de inclusão, pautando no Projeto Ético-Político do Serviço Social.

A relevância deste trabalho está em refletir o exercício profissional do/da assistente social nesse novo cenário sócio-ocupacional de atuação regida pela política de educação, identificando os vínculos de trabalho dos profissionais da educação para com o/a assistente social e os demais envolvidos no processo de educação (pais, alunos comuns e especiais) e a comunidade; entendendo as condições objetivas de trabalho desse profissional frente a uma demanda de sujeitos com necessidades especiais ao que diz o Projeto de Lei nº 4.317 de 2009, identificando/mostrando os desafios e as possibilidades de atuação na garantia à equidade e justiça social.

Portanto, esse trabalho foi estruturado de modo que, a partir do primeiro tópico, as categorias discutidas fizessem interlocução com os tópicos conseguintes. No primeiro faz-se uma abordagem da categoria trabalho. Apresenta-se a categoria trabalho como componente fundante da sociabilidade humana, perpassando pela concepção marxiana, que se faz como a categoria exibida em seu sentido ontológico. As referências teóricas utilizadas para concretização desse primeiro tópico (2.1) permite apreender por meio da transformação em suas determinações ontológicas de processo de trabalho o que se pode chamar por trabalho.

Faz-se uma amostragem do/da assistente social como um agente liberal, tendo este uma autonomia relativa na condução do exercício profissional, que é tensionada pela compra e venda da força de trabalho especializada a diferentes empregadores e, apresenta de maneira breve o Projeto Ético-Político do Serviço Social mostrando sua finalidade e objetivo, identificando as bases sócio-históricas que o fundamenta e o legitima.  

Aborda-se a história da educação especial no Brasil, da exclusão à inclusão social, mostrando as políticas públicas no cenário atual como direito do usuário. Discutir-se-á a garantia do acesso à educação escolarizada considerando assim a marca principal da inserção de assistentes sociais na Política de Educação.

E por último, esta obra dissertativa aponta os desafios e como resultado as várias contribuições e possibilidades do trabalho do/da assistente social na rede pública regular e de inclusão.

2 O TRABALHO DO/DA ASSISTENTE SOCIAL NA POLÍTICA DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA: DESAFIOS E POSSIBILIDADES

2.1 A CATEGORIA TRABALHO COMO DIMENSÃO ONTOLÓGICA 

            Pode-se dizer que é o trabalho a atividade imprescindível para reprodução social de toda sociedade e se refere à relação do homem com a natureza, decorre de forma que, o homem ao transformar a natureza em uma base material necessária consiga atender suas necessidades[3] humanas. Ao alcançar essa transformação, o trabalho desenvolve “novas” necessidades, bem como, abrange a capacidade produtiva não somente individual, abrindo possibilidades de desenvolvimento social (LESSA, 2007). 

...

Baixar como (para membros premium)  txt (42 Kb)   pdf (310.7 Kb)   docx (129.5 Kb)  
Continuar por mais 25 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com