TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Arquitetura Grega, Romana E Egípcia

Dissertações: Arquitetura Grega, Romana E Egípcia. Pesquise 788.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  21/5/2014  •  1.070 Palavras (5 Páginas)  •  383 Visualizações

Página 1 de 5

Arquitetura Grega:

CONTEXTO

Entre as Cidades-estados destaca-se Atenas – Cidade pequena com 50.000 homens livres. Controlava um Império. O ideal democrático e o pleno exercício dessa forma de governar, onde todo homem grego deveria participar ativamente nas discussões e decisões da Cidade, fez com que a ênfase da produção arquitetônica fosse dada às construções públicas como os templos e as Acrópoles.

MATERIAIS

1. Mármore,

2. Pedra – talhada e assentada com precisão;

3. Argila – nas construções secundárias;

4. Madeira – coberturas e tetos.

TÉCNICAS E SISTEMA CONSTRUTIVOS

1. Telhados inclinados em duas águas;

2. Tetos em vigas de madeira coberta com placas de terracota ou cerâmica.

CARACTERÍSTICAS PLÁSTICAS

1. Elegância, Ritmo, Proporção, e Harmonia,

2. Policromia,

3. Baixos Relevos,

4. Temática decorativa: Deuses, Heróis, Folhas e Rosas,

5. Decoração.

A arquitetura grega antiga pode ser dividida em três estilos:

1 – Coríntio - pouco utilizado pelos arquitetos gregos, caracterizava-se pelo excesso de detalhes. Os capitéis das colunas eram, geralmente, decorados com folhas.

2 – Dórico - estilo com poucos detalhes, transmitindo uma sensação de firmeza.

3 – Jônico - este estilo transmitia leveza, em função dos desenhos apresentados, principalmente nas colunas das construções. Outra característica deste estilo era o uso de base circular.

Evoluções:

Entre os séculos V e IV a.C., a arte grega consolida suas formas definitivas. Na arquitetura, em contrapartida, o aperfeiçoamento da óptica (perspectiva) e a fusão equilibrada do estilo jônico e dórico trouxe como resultado o Partenon de Atenas, modelo clássico por excelência da arquitetura dessa época.

HISTÓRIA DA ARQUITETURA

O Templo Grego:

Um dos templos gregos mais conhecidos é a Acrópole de Atenas, que foi construído no ponto mais alto da cidade, entre os anos de 447 a 438 a.C. Além das funções religiosas, o templo era utilizado também como ponto de observação militar.

1. Edifício mais importante;

2. Forma retangular (com poucas exceções);

3. Construído sobre plataforma elevada – pódio;

4. Entrada principal voltada para o leste;

5. Na frente e nos fundos do templo ficavam os pórticos suportados por colunas, que se prolongavam ao longo dos dois lados do templo – simetria independentemente da direção em que o edifício era visto;

1. Poucas janelas – luz penetrava através da entrada principal e clarabóia;

2. Estátuas na frente e relevos nos frontões.

3. Templo era construído por duas câmaras interiores: uma menor, nos fundos (sala do tesouro); e uma câmara maior (a naos), que continha a estátua da Deusa a quem era dedicado o templo.

HISTÓRIA DA ARQUITETURA

O Teatro Grego:

O teatro grego surgiu a partir da evolução das artes e cerimônias gregas como, por exemplo, a festa em homenagem ao deus Dionísio (deus do vinho e das festas). Nesta festa, os jovens dançavam e cantavam dentro do templo deste deus, oferecendo-lhe vinho. Com o tempo, esta festa começou a ganhar uma certa organização, sendo representada para diversas pessoas.

1. O segundo edifício mais importante, com capacidade até 30.000 pessoas sentadas;

2. Ao ar livre, instalados na encosta de um monte;

3. Visão e acústica excelentes de qualquer lugar;

4. Parte central reservada ao coro e auditório em semicírculo.

Arquitetura Romana

Palavras chaves: demonstração de grandeza.

Contexto: Os romanos usaram como inspiração a arquitetura etrusca e grega para desenvolver seus projetos. Porém, não podemos falar em cópia, pois a arquitetura romana possuía muitos elementos inovadores e avanços nas técnicas de arquitetura.

Características principais da arquitetura romana:

- Solidez nas construções (característica que herdaram dos etruscos);

- Uso do arco nas construções;

- Uso da abóbada (construção em forma de arco que preenche espaços entre arcos, muros e outros tipos de espaços);

- Construções sóbrias, funcionais e luxuosas.

Principais tipos de arquitetura romana

Aquedutos

Arcos com canaletas que conduziam a água dos reservatórios para as cidades. Eram feitos de pedra e significou um avanço na canalização e distribuição de água na Antiguidade.

Templos

Eram construídos em homenagem aos deuses. Eram luxuosos e bem iluminados. Possuíam apenas um portal de entrada com escada de acesso.

Arcos

...

Baixar como (para membros premium)  txt (7.8 Kb)  
Continuar por mais 4 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com