TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Acido cloridrico

Por:   •  31/8/2015  •  Artigo  •  483 Palavras (2 Páginas)  •  272 Visualizações

Página 1 de 2

A SECREÇÃO DO ÁCIDO CLORÍDRICO

A secreção é feita quando há uma estimulação das glândulas gástricas, a partir disso, o ácido clorídrico que é expelido é quase exatamente isotônica aos líquidos corporais, com um pH extremamente acido de 0,8. O íon H+ é liberado por uma enzima H+, K+ -ATPase, chamada adenosina trifosfatase, conhecida também como “bomba de prótons”. Esse mecanismo secreta o íon h+ no lúmen e bombeia um íon K+ para dentro de cada célula. Neste processo, há um gasto de energia, onde uma molécula de ATP é quebrada em meio aquoso, obtendo então a ADP. Os cátions K+ são liberados  de volta ao lúmen junto ânions Cl-, resultando em uma secreção liquida de H+ e Cl-, mas com pouca transferência liquida de K+. O H+ provém da reação: CO2+H2O – HCO3- + H+, que é catalisada pela anidrase carbônica.

[pic 1]

A AÇÃO DA PEPSINA

A pepsina é uma enzima digestiva liberada no estômago como pepsinogênio e tem como principal função de quebrar proteínas presentes nos alimentos em uma porção menor (polipeptídeos). A liberação de ácido clorídrico estimula a secreção da forma inativa dessa enzima. Os pepsinogênios são estocados nas células até serem secretados no lúmen das glândulas gástricas. Quando é exposto ao ácido clorídrico no estômago, ele sofre uma ativação e se transforma em pepsina.

FASE CEFÁLICA DA SECREÇÃO GÁSTRICA

Quando um animal espera por alimento, impulsos vagais parassimpáticos estimulam o sistema nervoso entérico, que libera acetilcolina na vizinhança das células G e parietais, essas células possuem receptores de acetilcolina e são responsáveis pela secreção de gastrina e ácido clorídrico respectivamente. As células parietais possuem receptores de gastrina e acetilcolina, a gastrina encontra as células parietais através da corrente sanguínea, a ação da gastrina e acetilcolina sobre as células parietais resultam em um grande fluxo de ácido clorídrico no estomago. 

FASE GÁSTRICA DA SECREÇÃO GÁSTRICA

Quando o alimento entra no estômago, e esse se dilata, estimulando os receptores de estiramento, que por sua vez, promove estímulo no sistema nervoso entérico, que responde liberando acetilcolina. O alimento também atua como um “tampão” aumentando o pH do estomago, este “tampão” remove o efeito inibitório do ácido sobre a secreção de gastrina, o que estimula ainda mais a produção de ácido clorídrico.

A histamina amplifica a produção de ácido clorídrico nas células parietais, células estas, que possuem receptores para acetilcolina, gastrina, histamina, e que são estimuladas ao máximo quando os três receptores estão ocupados. Conforme a digestão prossegue o pH do estômago diminui, em um pH de cerca de 2 a secreção gástrica é suprimida e com um pH de 1 a secreção é abolida. Assim o estímulo da gastrina é retirado e a secreção de ácido é reduzida.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (3.3 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com