TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

A ANATÔMICA E ESTRUTURAÇÃO BÁSICA DO CORPO HUMANO

Por:   •  23/5/2015  •  Trabalho acadêmico  •  1.511 Palavras (7 Páginas)  •  142 Visualizações

Página 1 de 7

[pic 1]

PLANO DE ENSINO

1. IDENTIFICAÇÃO:

Disciplina ANATOMIA HUMANA APLICADA À EDUCAÇÃO FÍSICA

Curso: Licenciatura em Educação Física.

Período: 2º Semestre/2014

Carga horária total

Carga horária teórica

Carga horária prática

Prática de Ensino

80

40

40

0

Professor(a): Dra. Paula Viviane Chiés

2. EMENTA:

Disciplina de formação geral-específica de caráter teórico-prática enfocada à formação científica, em alto nível acadêmico, a partir da integração anatomo-funciona1 do organismo em condições de atividade física.

3. OBJETIVO GERAL:

  • Analisar a anatomia e funcionamento do aparelho locomotor na prática de atividades físico-esportivas

4. OBJETIVOS ESPECIFICOS:

  • Conhecer as funções musculares e eixos de movimentos envolvidos na prática de atividades físicas
  • Conhecer as recomendações de saúde na prática de atividades físicas
  • Compreender os benefícios do conhecimento anatômico para a preservação do aparelho locomotor

5. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:

UNIDADE 1 - ORIENTAÇÃO ANATÔMICA E ESTRUTURAÇÃO BÁSICA DO CORPO HUMANO

  • Planos de movimento: frontal, sagital e transversal
  • Posições e regiões do corpo: localização e identificação dos membros, etc.

UNIDADE 2 - SISTEMA ESQUELÉTICO

  • Estrutura do osso: identificação e classificação
  • Efeitos da atividade física no desenvolvimento ósseo
  • Funcionalidade dos ossos como alavancas
  • Desvios posturais e prática de atividades físicas

UNIDADE 3 – ARTICULAÇÕES

  • Tipos de articulações
  • Funcionalidade das articulações como eixos e amplitudes de movimento
  • Funções dos ligamentos
  • Efeitos dos exercícios e do envelhecimento nas articulações: fronteiras em saúde

UNIDADE 4 – INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO SISTEMA MUSCULAR

  • Tipos de músculos e componentes anatômicos dos músculos
  • Classificação dos músculos: em relação à forma, arranjo das fibras, origem e inserção.
  • Classificação funcional dos músculos
  • Tipos de contração muscular

UNIDADE 5 – ORIGEM, INSERÇAO E AÇÃO DOS MÚSCULOS DO TRONCO

  • Músculos da coluna vertebral
  • Músculos profundos do tórax
  • Músculos da parede abdominal 

UNIDADE 6 – ORIGEM, INSERÇÃO E AÇÃO DOS MÚSCULOS DOS MEMBROS SUPERIORES

  • Músculos que atuam na escápula
  • Músculos que atuam no braço
  • Músculos que atuam no antebraço
  • Músculos que atuam na mão e nos dedos

UNIDADE 7 – ORIGEM, INSERÇAO E AÇÃO DOS MÚSCULOS DOS MEMBROS INFERIORES

  • Músculos que atuam na coxa
  • Músculos que atuam na perna
  • Músculos que agem no pé e nos dedos do pé

6. DESENVOLVIMENTO METODOLÓGICO:

Aulas expositivas teóricas; Aulas expositivas práticas; Projeção de vídeos

7. RECURSOS INSTRUCIONAIS:

Sala de aula teórica; Laboratório de aula prática; Datashow; Peças anatômicas.

8. AVALIAÇÃO:

Das notas parciais somadas (1+2) e divididas por dois é extraída a média aritmética que constitui a nota do bimestre de acordo com as normas da instituição.

E-mail : paulachies@hotmail.com

NOTA 1

  1. Avaliação Prática (10 pontos) – 50% da nota bimestral
  2. Avaliação Teórica (10 pontos) – 50% da nota bimestral

Valor total: 10 pontos

NOTA 2

  1. Avaliação Prática (10 pontos) – 50% da nota bimestral
  2. Avaliação Teórica (10 pontos) – 50% da nota bimestral

Valor total: 10 pontos

MÉDIA FINAL

Média Final = Média aritmética das menções obtidas na Nota1 e Nota2.

N1 + N2 = ≥ 6,0

                    2

OBSERVAÇÕES IMPORTANTES:

Em conformidade com a resolução CONSUL nº 02, de 3 de maio de 2013, as avaliações deverão seguir os seguintes critérios:

  • As avaliações N1, N2 e N3, deverão conter duas partes distintas: uma com questões discursivas e outra com questões de múltipla escolha;
  • A avaliação N2 terá conteúdo cumulativo até a data da realização da referida prova, ou seja, abrangendo todo o conteúdo programático ministrado nos dois bimestres. (Art. 5º)
  • O discente que deixar de comparecer às provas regimentais, nas datas fixadas, ou que tiver insatisfeito com a média final obtida, poderá submeter-se a uma prova substitutiva, N3, em cada disciplina, com o valor de 10 pontos, a ser realizada na data marcada pelo professor da disciplina, que versará sobre todo o conteúdo programático da disciplina no semestre vigente. O resultado alcançado nessa avaliação deverá substituir a nota obtida de um dos dois bimestres, N1 ou N2. Caso o resultado da prova substitutiva, N3, seja menor do que as notas obtidas anteriormente, nos dois bimestres, permanecerá inalterada a situação anterior. (Art. 9ª, § 2º,3º)
  • Será considerado aprovado o aluno que atingir a frequência mínima de 75% e obtiver média final igual ou superior a seis, antes ou depois da aplicação da avaliação substitutiva, N3.
  • Será atribuída nota “zero” ao discente que usar de meios ilícitos ou meios não autorizados pelo docente, quando da elaboração dos trabalhos de verificação parcial, provas ou quaisquer outras atividades que resultem na avaliação de conhecimento, por atribuição de notas, sem prejuízo de sanções cabíveis por ato de improbidade.  (Art. 9º).
  • O discente que perder qualquer avaliação prática será diretamente encaminhado para realização de avaliação substitutiva caso seja necessária ou

...

Baixar como (para membros premium)  txt (12.2 Kb)   pdf (170 Kb)   docx (30 Kb)  
Continuar por mais 6 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com