TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

A Microbiota Vaginal

Por:   •  4/11/2019  •  Trabalho acadêmico  •  372 Palavras (2 Páginas)  •  10 Visualizações

Página 1 de 2

Microbiota Vaginal

  •  Microbiota que vive na vagina da mulher tem a função de fazer a preservação e saúde do organismo.
  • Durante o parto fisiológico, o bebê vem de um local totalmente estéril, e logo a saída, tem contato com uma grande quantidade e variedade de microrganismos que irão habitar na superfície da pele e desempenhar diversas funções.
  • O primeiro contato com a microbiota na vagina da mãe estimula o amadurecimento das funções do trato gastrointestinal, ajuda na degradação de polissacarídeos, no desenvolvimento dos movimentos peristálticos.
  • Quando falamos do sistema imunológico do bebê, os microrganismos colonizadores atuam como carreadores da maturação do sistema imunológico. Tornando-se capaz de reconhecer doenças e criar uma resposta protetora contra eles, quando também adquire uma proteção ao que é inofensivo, como comidas e microrganismos comensais.
  • Sendo assim, o primeiro contato do bebê com microrganismos colonizadores no parto, têm importância na saúde do bebê, a curto e longo prazo.
  • Existem estudos que correlacionam o tipo de parto com a estruturação da microbiota e o perfil do sistema imunológico.
  • Bebês que nascem por parto fisiológico, tem uma microbiota parecida com a da sua mãe, pois já que no parto, o bebê teve contato direto com a flora vaginal da mesma.
  • O parto por cirurgia cesariana faz com que esse contato inicial mude completamente o modo que é a microbiota do bebê, ocorrendo um aumento de doenças autoimunes por partos de cirurgia cesariana.
  • O sistema imunológico tem formas de criar uma relação de longo período entre dois organismos de espécies diferentes com a microbiota, e daí, adquirir vários benefícios. A comunicação entre esses organismos permite que o sistema imunológico torne-se mais equilibrado, tendo uma mesma qualidade e quantidade de células do sistema imunológico de uma pessoa saudável.
  • O uso excessivo de antibióticos, mudança na alimentação e até mesmo o tipo de parto feito podem mudar negativamente essa comunicação entre o hospedeiro e a microbiota. Esses tipos de hábitos têm aconselhamento para poder explicar o porquê do recente aumento de doenças autoimunes e inflamatórias nos últimos 10 anos.
  • A grande responsabilidade dos microrganismos para a conservação da saúde vem se determinando cada vez mais, e sendo um tema de estudos e grande importância nos estudos científicos.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (2.4 Kb)   pdf (47.3 Kb)   docx (7.9 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com