TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

ANÁLISE QUALITATIVA DE HETEROSIDEOS ANTRAQUINONICOS EM BAUHINIA FORFICATA

Por:   •  20/12/2020  •  Trabalho acadêmico  •  412 Palavras (2 Páginas)  •  8 Visualizações

Página 1 de 2

Segundo Saqui (2018), os heterosídeos antraquinônicos, também

chamados de derivados antracênicos ou hidroxiantracênicos, são

caracterizados pela presença em suas estruturas do núcleo fundamental

antraquinona. Os heterosídeos antraquinônicos são quinonas, as quinonas

são compostos orgânicos que apresentam dois grupos carbonílicos ligados

ao anel aromático.

Antraquinonas. Saqui (2018)

A reação de Bornträger revela os componentes antraquinônicos livres

(geninas). Caso as hidroxilas não estejam livres, um tratamento hidrolítico se

faz necessário. São assim reconhecidos os O-glicósidos. Os C-glicósidos

exigem condições mais drásticas para que seja feita a hidrólise. Nestes casos

são usados oxidantes fortes (cloreto férrico e aquecimento). (Saqui, 2018)

As antraquinonas são empregadas como laxativos e catárticos, por

agirem irritando o intestino grosso, aumentando a motilidade intestinal, e

consequentemente diminuindo a reabsorção de água. (Vieira et al, 2015)

OBJETIVO

Pesquisar a presença de heterosídeos antraquinônicos livres (genina) e

combinados (O-heterosídeos e C-heterozídeos) em amostra de Bauhinia

forficata, através de reações de caracterização (Reação de Borntraeger)

METODOS E RESULTADOS

Agitou-se 0,3 g do pó da droga vegetal (Bauhinia forficata) em 5 mL de

éter etílico. Esperou-se sedimentar a droga e decantou-se o extrato etéreo para

um tubo de ensaio. Repetiu-se o procedimento com a droga, totalizando cerca

de 10 mL de extrato.

Adicionou-se ao extrato etéreo cerca de 1 mL de solução aquosa de

hidróxido de amônio a 10% v/v. Tampou-se o tubo de ensaio e agitou-se. Não

apresentou-se coloração com tonalidades de vermelho (rosa, laranja) na fase

aquosa, indicou-se assim que não havia presença da parte aglicônica livre na

droga analisada.

Ao pó da droga anteriormente extraída com éter, adicionou-se 40 mL de

água destilada e aqueceu-se a fervura, mantendo-a por 10 minutos. Esfriou-se

e filtrou-se, para um erlem. Adicionou-se 5 mL de ácido clorídrico e levou-se

novamente à ebulição.

Esfriou-se e filtrou-se novamente para um funil de separação. Extraiu-se

a solução aquosa ácida com 2 porções, de 20 mL cada, de éter etílico. Agitouse uma alíquota da solução

...

Baixar como (para membros premium)  txt (3.1 Kb)   pdf (34.6 Kb)   docx (8.5 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com