TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

O USO DA ANFETAMINA POR CAMINHONEIROS

Por:   •  20/5/2020  •  Resenha  •  544 Palavras (3 Páginas)  •  7 Visualizações

Página 1 de 3

O uso da anfetamina por caminhoneiros

O uso da anfetamina por caminhoneiros se tornou comum pois seu efeito estimulante do sistema nervoso mantem a pessoa em estado de alerta, acordada e autoconfiante no trânsito. Porém em outubro de 2011 a utilização deste toxico foi proibido através de uma resolução da agencia nacional de vigilância sanitária.  

   No dia 6 de outubro de 2011 surgiu uma resolução (RDC 52/2011)  que determinou a proibição da produção, dispensação, importação ,exportação e prescrição da anfetamina e outros sais e isômeros da anfepramona, fermproporex e mazindol e seus produtos de biotransformação , pois seus efeitos podem produzir a sensação intensa de autoconfiança no transito, podendo levar a riscos de graves acidentes.

    Devido as exigências da RDC foram realizados diversos estudos para identificar estado de uso desta droga por motoristas que trafegam em grandes rodovias do estado de são Paulo. A Universidade de medicina de São Paulo , juntamente com aprovação do comitê de ética em pesquisa (CEP) realizou um estudo em conformidade com a declaração de Helsinki , durante os meses de junho a Dezembro de 2012 em postos de atendimentos e serviços de transportes e aprendizagem de transportes (SEST- SENAT), onde foram colhidas informações de 429 motoristas de caminhão , de aproximadamente 36 anos com nível de escolaridade media, com curto período de descanso entre as viagens,  que utilizavam a rodovia Fernão dias. Os mesmos foram informados sobre o motivo da pesquisa e tiveram que assinar um termo de consentimento livre esclarecido.

    Estes motoristas responderam a um questionário sobre informações sociodemográfica e ocupacional, e em seguida cada voluntario cedeu uma amostra de urina para realização de teste que apontava a presença da anfetamina e outras drogas licitas como canabinóides, cocaínas e outros metabólicos no corpo.

 Dois participantes da pesquisa foram excluídos pois se negaram a fornecer amostra da urina, restando apenas 427 participantes. Até o processo de análise as amostras foram mantidas no frezzer a 12°C . Para triagem do uso de anfetamina (valor de Cut off de 1.000 mg\mL) . As amostras que deram positivo foram encaminhadas para analise cromatográfica em fase gasosa acoplada a espectrofotometria de massa (CG-EM) para identificação da presença de anfetamina (valor de cut off de 500 mg/mL), Por fim todos os dados foram digitados através de um procedimento de digitação dupla concomitante com analise de software de controle de prevenção que identificou possíveis diferenças entre usuários e não usuários da anfetamina e outras drogas licitas ou ilícitas.

    Como resultado da pesquisa foi possível concluir que 80% dos participantes faziam uso de apenas 1 substancia e os outros 20% restante de até 2 substancias , e 7% dos participantes realizaram o uso recente de alguma droga , e dentre todos os pesquisados , cerca de 2, 7% fizeram o uso de anfetamina de maneira isolada e cerca de 25% associaram a anfetamina a outras drogas . É possível concluir que o uso da anfetamina entre motoristas de caminhão continua vigente no estado de são Paulo a respeito da RDC que o regulamenta. Desta modo é fundamental que haja fiscalização no que diz respeito ao uso da anfetamina associado ao transito , bem como outras drogas ilícitas.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (3.3 Kb)   pdf (50.2 Kb)   docx (7.8 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com