TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Alguns conceitos sobre contenção

Artigo: Alguns conceitos sobre contenção. Pesquise 793.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  3/11/2013  •  Artigo  •  356 Palavras (2 Páginas)  •  344 Visualizações

Página 1 de 2

Alguns conceitos sobre contenção.

Qualquer tratamento tem que se voltar tanto para o dano cerebral maciço, como para o desuso aprendido. Restringir o membro bom e forçar o membro afetado a voltar a se mexer.

Luvas e tipoias nas mãos boas em 90% do tempo que passam acordados.

Jogam com grandes pinos de encaixe em tabuleiros, pegam moedas e colocam em cofrinhos. A semelhança com um jogo não é acidental, essas pessoas estão reaprendendo a se mexer, passando pelas mesmas etapas que todos vivemos quando bebês, a fim de recuperar programas motores que ainda estão no sistema nervoso mesmo depois de muitos AVEs, enfermidades ou acidentes.

A contensão tem que ser intensiva normalmente os pacientes se submetem a seis horas de terapias de contensão diária, lavam janelas com movimentos circulares apenas com a mão ruim, no início com ajuda do cuidador.

Tem que ser elaboradas umas 10 tarefas e cada uma repetida dez vezes.

O cérebro é plástico e capaz de reorganização, depois de um AVE o mapa cerebral do braço afetado encolhe pela metade, e portanto o paciente só tem metade do número original dos neurônios para usar. A maioria dos pacientes com AVE contam que usar o braço afetado requer mais esforço, não é só a atrofia muscular que torna o movimento mais difícil, mas também a atrofia cerebral.

O que reconecta o cérebro dos pacientes não são as luvas ou as tipoias é claro. Embora os pacientes tenham que ser obrigados a se exercitarem usando o braço danificado, a essência da cura é o treinamento incremental. Aumentando gradativamente a dificuldade, prática intensiva. A reprogramação não é perfeita depois que a morte cerebral maciça, novos neurônios tem que assumir as funções perdidas, e é possível que eles não sejam tão eficazes como aqueles que os substituíram. Mas as melhoras podem ser significativas.

No início o terapeuta auxilia o paciente a por exemplo colocar fichas numa tigela grande, no final da terapia o objetivo será com que o paciente esteja colocando as fichas numa pequena fenda em uma lata já com o tempo cronometrado.

A cada vez que seu paciente completa a tarefa incentive-o dê reforço positivo ao cérebro.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (2.2 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com