TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

CUIDADOS DE ENFERMAGEM

Artigo: CUIDADOS DE ENFERMAGEM. Pesquise 792.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  14/8/2013  •  8.840 Palavras (36 Páginas)  •  747 Visualizações

Página 1 de 36

ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM DE ACORDO COM AS NECESSIDADES HUMANAS BÁSICAS

SUMÁRIO

1. Teorias de Enfermagem pag. 04

2. O Processo de Enfermagem pág. 08

2.1. O Histórico de Enfermagem pág. 08

2.1.1. Modelo Sistematizado : Histórico de Enfermagem pág. 10

2.2. O Exame Físico pág.

10

2.2.1. Modelo Sistematizado : Exame Físico pág. 15

2.3. Diagnóstico e Prescrição de Enfermagem pág.

16

2.3.1. Modelo Sistematizado : Diagnóstico e Prescrição de Enfermagem pág. 18

3. Necessidade de Proteção e Segurança pág. 33

3.1. Lavagem Simples das Mãos pág. 33

3.2 Mecânica Corporal pág. 34

3.3. Posicionamento do Paciente pág.

35

3.4. Mudança de Posição e Transporte do Paciente Debilitado pág. 36

3.5. Administração de Medicamentos pág. 38

4. Necessidade de Higiene e Conforto pág.

48

4.1. Higiene Oral de um Paciente Dependente pág. 48

4.2. Banho e Arrumação do leito Paciente Dependente pág.

49

5. Necessidade de Oxigenioterapia pág. 53

5.1. Administração de Oxigênio por Cateter Nasal, Cânula Nasal ou

Máscara Facial pág. 53

5.2. Aspiração de Secreção Nasal e Oral pág.

54

6. Necessidades Nutricionais pág.

56

6.1. Alimentação por Via Enteral pág.

56

6.1.1. Inserção de Sonda Nasogástrica pág.

57

6.1.2. Inserção de Sonda Nasoenteral pág.

57

6.1.3. Administração de Dieta Via Enteral pág.

58

7. Necessidade de Eliminação Urinária pág.

59

7.1. Cateterismo Vesical de Demora pág.

59

7.2. Caterismo Vesical de Alívio pág. 61

8. Necessidades de Eliminação Intestinal pág.

62

8.1. Enteroclisma pág.

62

8.2. Enema de Limpeza pág.

63

9. Integridade Cutânea pág. 64

9.1. Feridas pág. 64

9.2. Técnica para Realização de Curativos pág

66

9.3. Técnica para Realização de Retirada de Pontos pág

67

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS pág

69

1. AS TEORIAS DE ENFERMAGEM

A teoria é uma estruturação criativa e rigorosa de idéias que projetam uma tentativa, uma resolução e uma visão sistemática de fenômenos. As teorias de enfermagem são definidas como uma conceitualização articulada e comunicada da realidade inventada ou descoberta na enfermagem, como um descrever de finalidade, explicar, prescrever ou prever o cuidado de enfermagem . A teoria de enfermagem completa é a que possui contexto, conteúdo e processo. O contexto é o ambiente no qual o ato de enfermagem tem lugar, o conteúdo é o assunto da teoria e o processo é o método pelo qual a enfermeira age para usar a teoria.

A partir da década de 60, começaram a surgir as primeiras teorias de enfermagem, que procuravam relacionar os fatos e estabelecer as bases para uma ciência. O pensamento não era voltado apenas para os problemas e os papéis funcionais, mas sim, para o relacionamento entre a enfermeira e o paciente, ou seja, como este percebe a ação executada pela profissional e como esta a executa.

Existem aproximadamente 19 teoristas de enfermagem divididos em quatro categorias, orientados para as necessidades/problemas, para a interação, para os sistemas e para o campo da energia. Embora divididos em várias categorias, cada um dos autores se orienta por Florence, que coloca em seus escritos, que a função da enfermagem é proporcionar aos pacientes as condições mais favoráveis para que todo o ambiente possa nele agir, e conforme descreve, a enfermagem tem que estar atenta não somente as necessidades físicas do paciente, mas também ao ambiente em que vive. Ao longo dos anos as teorias da Enfermagem incorporaram as idéias provenientes das necessidades humanas básicas.

Dorothéa Orem (1991), desenvolveu a teoria de enfermagem do déficit do autocuidado, composta por três teorias inter-relacionadas: (1) a teoria do autocuidado, (2) a teoria do déficit do autocuidado e (3) a teoria dos sistemas de enfermagem. O autocuidado é afetado por fatores condicionantes básicos. Tais fatores são a idade, o sexo, o desenvolvimento, o estado de saúde a orientação sócio-cultural, os fatores do sistema de atendimento de saúde. A demanda terapêutica do autocuidado é a totalidade de ações de autocuidado a serem desempenhadas com alguma duração para preencher exigências conhecidas de autocuidado, usando métodos válidos e conjuntos de operações e ações relacionadas. No dia-a-dia a enfermagem identifica as necessidades dos clientes e as utiliza como uma base para o planejamento e a implementação do cuidado..1

Maslow(1970) defende a hierarquia das necessidades humanas, sendo que as necessidades de nível mais baixo devem ser satisfeitas antes das necessidades de nível mais alto. A hierarquia das necessidades se relaciona em cinco níveis, de acordo com a sua prioridade. No primeiro nível estão as necessidades fisiológicas, tais como, ar, água e comida. No segundo

...

Baixar como (para membros premium)  txt (64 Kb)  
Continuar por mais 35 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com