TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

O Fitoterápicos Diuréticos

Por:   •  13/3/2019  •  Artigo  •  3.377 Palavras (14 Páginas)  •  3 Visualizações

Página 1 de 14

Fitoterápicos Diuréticos

Herbal Diuretic

Luana Bertoldo Trigueiro Costa ¹

Sandra Soares ²

¹Discente do curso de Nutrição do Centro Universitário de Patos de Minas – UNIPAM

²Docente do Centro Universitário de Patos de Minas e Orientadora

*Email: luanacostabtc@hotmail.com

Resumo

Toda planta medicinal é medicamento somente quando usada corretamente, portanto, a recomendação do uso como verdadeiramente medicinal ou, em outras palavras como planta medicinal validada e incluída na farmacopeia requer, numa condição ideal, ter identificado seu princípio ativo ou tê-lo evidenciado farmacologicamente. Fitoterápico é todo medicamento obtido empregando-se exclusivamente matérias-primas ativas vegetais. É caracterizado pelo conhecimento da eficácia e dos riscos de seu uso, assim como pela reprodutibilidade e constância de sua qualidade.  Diuréticos são substâncias que agem, promovendo a eliminação de urina e íons, podendo agir indiretamente na diminuição da pressão arterial. Os Principais diuréticos são, Dente de leão (Taraxacum officinale), Alcachofra (Cynara scolymus), Carqueja (Bacharis trimera), Hibisco (Hibiscus Sabdariffa), Cavalinha (Equisetum arvense), Chapéu de couro (Echinodorus grandiflorus), Unha de gato (Onoris spinosa), Uva ursi (Arctostaphylos uva-ursi), Cabelo de milho (Zea mays). O objetivo do estudo foi aprofundar os conhecimentos em medicamentos fitoterápicos principalmente nos que ajudam na retenção de líquidos, os diuréticos naturais melhora o quadro dos pacientes, levantar os nomes científicos das espécies vegetais mais citadas como diuréticas no Brasil. Esta pesquisa foi desenvolvida no período de Agosto de 2014 a Novembro de 2014, através do levantamento bibliográfico utilizando artigos originais e de revisão publicados entre os anos de 2006 a 2013 disponíveis nas bases de dados Scielo, Google Acadêmico, Medline e Domínio Público, além de livros. Foram lidos 32 Artigos e utilizados 11 desses, e descartados 21. Conclui-se que os Fitoterápicos Diuréticos, melhora na retenção de líquidos e também melhora para pessoas com Hipertensão, Cálculos Renais, Inchaços, o uso deve ser feito por chás, com a parte indicada da planta ou o uso por comprimidos.

Palavras-chave: Fitoterapia. Diuréticos. Plantas Medicinais. Diurese.

1.  Introdução

Entende-se como planta medicinal aquela que, nativa ou cultivada, é utilizada com fins medicinais, estas devem sua ação farmacológica a princípios ativos conhecidos, fornecendo eventualmente matéria-prima para a indústria farmacêutica. Toda planta medicinal é medicamento somente quando usada corretamente, portanto, a recomendação do uso como verdadeiramente medicinal ou, em outras palavras como planta medicinal validada e incluída na farmacopeia requer, numa condição ideal, ter identificado seu princípio ativo ou tê-lo evidenciado farmacologicamente, (TAUFNER et al.,2006).

Fitoterápico é todo medicamento obtido empregando-se exclusivamente matérias-primas ativas vegetais. É caracterizado pelo conhecimento da eficácia e dos riscos de seu uso, assim como pela reprodutibilidade e constância de sua qualidade (ANVISA). E a fitoterapia pode ser definida como o estudo e a aplicação dos efeitos terapêuticos de drogas vegetais e seus derivados, A etnobotânica é a ciência que estuda as plantas e suas interações entre populações humanas, assim como investiga novos recursos vegetais. A etnobotânica desponta como o campo interdisciplinar que compreende o estudo e a interpretação do conhecimento, significação cultural, manejo e usos tradicionais dos elementos da flora. (TAUFNER et al., 2006).

 Os fitoterápicos têm sido utilizados pelos nutricionistas como auxiliares na prática clínica. Essa prática está regulamentada pela Resolução CFN 402/2007, que regulamenta a prescrição fitoterápica pelo nutricionista de plantas in natura frescas, ou como droga vegetal nas suas diferentes formas farmacêuticas, sendo exclusivamente as de uso orais, tais como infuso, decocto, tintura, alcoolatura e extrato, (CFN, 2007).

Diuréticos são substâncias que agem, promovendo a eliminação de urina e íons, podendo agir indiretamente na diminuição da pressão arterial. Os diuréticos “de alça” agem bloqueando o co-transporte ativo sódio-cloreto-potássio no ramo ascendente espesso da alça de Henle. Deste modo, elevam o débito urinário destes íons, bem como de água. Além disso, a diminuição da reabsorção de solutos pela alça diminui a osmolaridade do interstício medular perturbando o sistema multiplicador de contracorrente e, consequentemente, a capacidade renal de excretar a urina concentrada, o que também explica o aumento do fluxo urinário. Sabe-se também que esse tipo de diurético é conhecido como um dos mais potentes, tendo como efeito colateral indesejado a excreção de potássio. (PINHEIRO et al.,2011).

...

Baixar como (para membros premium)  txt (22.9 Kb)   pdf (209.2 Kb)   docx (18.1 Kb)  
Continuar por mais 13 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com