TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

A Bovinocultura de Corte

Por:   •  22/8/2019  •  Seminário  •  731 Palavras (3 Páginas)  •  53 Visualizações

Página 1 de 3


Universidade Estadual de Santa Cruz – UESC
Departamento de Ciências Agrárias e Ambientais –
DCAA
Bovinocultura – Agronomia

Problemática

Dentre a IATF e a TETF qual o método de reprodução mais eficiente para o aumento da reprodução [e produção e produtividade], atendendo a uma sempre crescente demanda, respeitando os preceitos de sustentabilidade?

Introdução

  • Sustentabilidade: capacidade de recuperação e reprodução dos ecossistemas; economia dos recursos;

  • Várias tecnologias na tentativa de aumentar a produção, sem causar maiores impactos ao meio ambiente: REPRODUÇÃO.

  • Brasil 2º em produção de carne bovina;

  • Atender a demanda e produzir sustentavelmente.

  • INOVAÇÃO: técnicas que resultem em melhores índices, dentre eles, os índices reprodutivos, como por exemplo, a exigência de um bezerro anual por vaca (Guerreiro et al., 2014).

  • IATF (Inseminação Artificial em Tempo Fixo): é uma técnica desenvolvida para suprir as deficiências da inseminação artificial tradicional, que são as falhas de detecção de cios e a incapacidade de atingir fêmeas em anestro.

  • TETF (Transferência de Embriões em Tempo Fixo): tem como principal vantagem a produção de larga escala, podendo utilizar vacas de grande poder genético, podendo ter um rebanho de alta qualidade logo na primeira geração

IATF

  • A IATF é aplicada no rebanho através do uso de fármacos capazes de controlar e sincronizar o ciclo estral e a ovulação das vacas, de modo que, se possa inseminar essas fêmeas em horários pré-determinados e com boas taxas de concepção.

  • Fármacos e hormônios utilizados não fazem nenhum mal para o animal pois são substâncias iguais ou similares às que participam do processo fisiológico do aparelho reprodutivo, e terminado seu efeito, não interferem em ciclos estrais posteriores.  

IATF: O protocolo recomendado na maioria das condições é: 

  • Dia 0 às 8 horas: Inserção de dispositivo intravaginal de progesterona e aplicação de 2mg de Benzoato de Estradiol via IM.

  • Dia 8 às 8 horas: Aplicação de 400 UI de eCG IM + aplicação de prostaglandina IM+ retirada do dispositivo de progesterona.

  • Dia 9 às 8 horas: Aplicação de 1 mg de Benzoato de Estradiol IM.

  • Dia 10 às 16 horas: Inseminar todas as vacas sincronizadas.

TETF

  • É a inserção do embrião produzido in vitro em uma receptora.

  • Quando bem aplicada, essa técnica permite maximizar a reprodução do rebanho, com alto ganho genético, ao mesmo tempo em que garante o nascimento de um maior número de indivíduos do sexo desejado.

  • A técnica permite otimizar o manejo reprodutivo na fazenda, alcançando excelentes resultados.

TETF

  • Possibilidade de crescimento do plantel: Pois a eficiência da inseminação sexada é maior

  • Avanço genético: Consegue-se uma boa qualidade genética tanto do macho, quanto da fêmea.

  • Escolha do grau de sangue:  Com  a transferência do embrião é possível escolher  exatamente o grau de sangue que deseja.

  • Rotinas de reprodução ficam mais definidas.

TETF

  • acréscimo da proporção de machos no sistema de produção, ou seja, o aumento da produção relativa de carne em uma determinada área seria maior.

  • aumento do número de vacas gestantes de machos poderia refletir num maior peso de carne na desmama.

  • ao desviarmos o sexo dos animais a serem desmamados na propriedade, diminui-se a necessidade de reposição dos animais de determinado sexo e, consequentemente, o trânsito de animais e disseminação de doenças.

Conclusão

  • Tanto a IATF, quanto a TETF possuem vantagens que agregam qualidade ao sistema de reprodução de uma fazenda.

  • O sistema TETF, se mostra superior por conseguir um maior controle da qualidade e do tipo de material genético que será desenvolvido.

  • O sistema IATF otimiza o manejo da reprodução por conseguir livrar o trabalhador da identificação de cio, trazendo uma melhor qualidade no trabalho.

  • Todas as duas técnicas possuem vantagens e desafios, cabe ao responsável ver qual melhor se encaixa em seu sistema e atende as suas necessidades.

Referências

...

Baixar como (para membros premium)  txt (4.2 Kb)   pdf (172.3 Kb)   docx (10.9 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com