TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Тeoria de condutividade

Por:   •  26/10/2014  •  Artigo  •  340 Palavras (2 Páginas)  •  111 Visualizações

Página 1 de 2

TEORIA DE CONDUTIVIDADE

A condutividade eletrolítica também chamada de condutância específica, é a capacidade de uma solução conduzir corrente elétrica. Esta condutância é definida como o inverso da resistência elétrica, assim,

L = 1/R

A condução da corrente elétrica em soluções eletrolíticas difere da dos metais, nos metais a corrente elétrica é composta unicamente de "elétrons livres", já nos liquidos a condução é feita por "íons".

A condutância específica resulta da soma das contribuições de todos os íons presentes. Contudo a fração de corrente transportada depende da concentração relativa e da facilidade com que se movimenta no meio, de onde conclui-se que a condutância específica de um eletrólito varia com a concentração dos íons presentes.

A unidade de medida da condutividade é Siemens/cm na temperatura de 25°C.

A condutividade é obtida através da constante da célula q a qual é determinada indiretamente pela medida da resistência R da célula quando imersa em uma solução de condutividade conhecida. A condutividade é então obtida pela expressão:

K = q/R

A condutividade da solução varia com a temperatura, tanto quanto varia com a concentração. Sendo assim, estabeleceu-se a temperatura de referência de 25°C, segundo as normas da ASTN.

A condutância de uma solução resulta da soma das contribuições de todos os íons presentes. Embora todos os íons presentes contribuam para a condução da corrente, a fração da corrente transportada por uma dada espécie iônica depende de sua concentração relativa e da facilidade com que se movimenta no meio. A condutância específica de um eletrólito varia com a concentração. No caso de um eletrólito forte, a condutância específica auenta marcadamente com a concentração. Já as condutâncias específcas de eletrólitos fracos aumentam gradualmente. Em ambos os casos, o aumento da condutância é devido ao incremento do número de íons por unidade de volume da solução. Com os eletrólitos fortes, o número de íons por unidade de volume aumenta na proporção da concentração.

A variação gradual da condutância específica no caso das soluções dos eletrólitos fracos se relaciona com a ionização parcial do soluto e a diminuição do grau de ionização com o aumento da concentração.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (2.3 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com