TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

ATPS: Relatórios que descrevem pesquisas realizadas sobre o funcionamento e eficácia dos sistemas operacionais especificados para uso no centro de treinamento da empresa Lab Training

Por:   •  17/9/2014  •  Seminário  •  1.112 Palavras (5 Páginas)  •  321 Visualizações

Página 1 de 5

Introdução

Trata-se do desenvolvimento das ETAPAS 3, 4 e 5 da ATPS de Sistemas Operacionais, mas concretamente sobre Gerenciamento de Memória, Instalação e Configuração de domínio, usuários e arquivos, Instalação e Configuração de Proxy e por fim, Sistemas Operacionais Indicados para desktops, Servidor e móvel.

È objetivo deste trabalho é apresentar relatórios com a descrição dos estudos feitos sobre o funcionamento e a eficiência dos Sistemas Operacionais indicados para uso no centro de treinamento da empresa Lab Treinamentos.

Está organizado em quatro relatórios, no primeiro relatório denominado Relatório 03 será abordado o tipo de gerenciamento de memória que o sistema operacional da Microsoft e IOS utilizam, serão descritos as técnicas de gerenciamento de memória virtual e o passo a passo de como gerenciar memória dos sistemas operacionais citados.

No segundo relatório; Relatório 04 será apresentado informações sobre a instalação e configuração dos domínios, usuários e arquivos para a versão escolhida do sistema operacional da Microsoft, serão citadas as características sobre os sistemas de arquivos utilizados pelos sistemas operacionais, contém o passo a passo da instalação e configuração de DNS no Windows Server 2012.

No terceiro relatório; Relatório 05 será descrito a instalação e configuração de Proxy, apresentaremos um manual de instalação e configuração do Proxy feito pelo Windows Server 2012.

No quarto e ultimo relatório; Relatório 06 abordará as descrições que provam a escolha de cada sistema operacional indicado para o uso nos computadores da empresa Lab Treinamentos. Apresentaremos as descrições sobre o sistema operacional indicado para desktop: Windows 7, Sistema operacional indicado para servidores: Windows Server 2012 e por fim o Sistema Operacional Móvel indicado: IOS.

O método utilizado para o desenvolvimento deste trabalho foi de pesquisas bibliográficas e enriquecida com testes e instalações dos softwares citados nas maquinas dos envolvidos na criação deste documento.

Lista de Abreviaturas

Config. - Configurações

Ex. - Exemplo

Fig. - Figuras

Mem. - Memória

Obs. - Observações

Pag. - Página

Prg. - Programa

Sist. – Sistema

Lista de Siglas

AD - Directory

CPU - Unidade Central de Processamento

DNS - Domain Name System

HD - Hard Disk

HOST (A) - Nome de host

IP - Internet Protocol

MX - Mail Exchanger

NFS - Network File System

NS - Name Server

NTFS - New Technology File System

PTR - Pointer

RAM - Random Access Memory Memória de acesso aleatório

REFS - Resilient File System

S.O - Sistema Operacional

SOA - Start Of Authority

T.I - Tecnologia da informação

VHD - Virtual Hard Disk

Índice de Figuras

Figura 1: Menu Iniciar 8

Figura 2: Aplicando o comando mem/c 8

Figura 3: Aplicando o comando mem/debug 9

Figura 4: Processos 10

Figura 5: Serviços 10

Figura 6: Desempenho 11

Figura 7: Visão Geral 11

Figura 8: Guia Memória 12

Figura 9: Fechar Aplicativo 12

Figura 10: Atualizações em 2° plano 13

Figura 11: Uso 13

Figura 12: Gerenciar Armazenamento 14

Figura 13: Painel de Controle 16

Figura 14: Sistemas e Segurança 16

Figura 15: Propriedades do Sistema 17

Figura 16: Opções de Desempenho 18

Figura 17: Memória Virtual 18

Figura 18: Gerenciador de Tarefas 20

Figura 19: Desempenho 20

Figura 20: Monitor de Recursos 21

Figura 21: Memória 21

Figura 22: Processos 21

Figura 23: Iniciar 22

Figura 24: Prompot 23

Figura 25: Tasklist 23

Figura 26: Encerrando Avast 24

Figura 27: Criar um Servidor 25

Figura 28: Clicar em Next 25

Figura 29: Selecionar o Tipo de Instalação 26

Figura 30: Selecionar o Destino do Server 26

Figura 31: Confirme a Instalação 26

Figura 32: Concluindo o Processo de Instalação 27

Figura 33: Configurar Controlador de Domínio 27

Figura 34: Desenvolvendo a Configuração 27

Figura 35: Opção de Controle de Domínio 28

Figura 36: Gerenciando Usuários 29

Figura 37: Diretório Users 29

Figura 38: Selecione Novo/Usuário 30

Figura 39: Criando um Novo Usuário 30

Figura 40: Cadastro de Novo Usuário 31

Figura 41: Criando Senha 31

Figura 42: Server Manager 38

Figura 43: Adição de Função e Recursos 39

Figura 44: Tipo de Instalação 39

Figura 45: Selecionar o Servidor 40

Figura 46: Função do Servidor 40

Figura 47: Adicionar Recursos 40

Figura 48: Recursos 41

Figura 49: Servidor DNS 41

Figura 50: Instalação 41

Figura 51: Finalizando Instalação 42

Figura 52: Configuração DNS 42

Figura 53: Gerencia DNS 43

Figura 54: Nova Zona 43

Figura 55: Selecionando Zona 43

Figura 56: Nome da zona Primaria 44

Figura 57: Arquivo de Zona 44

Figura 58: Atualização Dinâmica 44

Figura 59: Concluir 45

Figura 60: Zona Inversa 45

Figura 61: Assistente de Zona Nova 46

Figura 62: Tipo de Zona 46

Figura 63: Ipv4 47

Figura 64: Identificação da Rede 47

Figura 65: Arquivo da Zona 47

Figura 66: Atualização Dinâmica 48

Figura 67: Finalizando Zona Reversa 48

Relatório 03: Gerenciamento de Memória

O gerenciamento de memória dos sistemas operacionais: Windows 7 e Windows Server podem ser executados via “gerenciador de tarefas” ou pelo prompt comando, já no IOS o uso da memória é gerenciado de maneira é integrada ao sistema.

A gerencia de memória pode mudar através do sistema que está sendo utilizado, sendo um sistema multiprogramável por sua vez deve ser mais trabalhoso ao usuário pelo fato de estender a habitação de vários programas nesta memória, e quando o programa tiver tamanho maior ao da memória posteriormente ocorrerá erros de memória. Já o sistema de gerenciamento monoprogramável não necessitara de um gerenciamento tão efetuoso, já que residindo apenas um programa não precisa dividir memória para outros programas além do SO.

E para este gerenciamento constante, a resposta está entre os programas que estão rodando e se multiplicando cada vez mais logo necessitando de mais memória para processar as informações, e para isso acontecer não é uma tarefa nada fácil de entrar em pratica. E para o correto funcionamento são vários requisitos que devem ser observados como o isolamento, segurança, performance, entre outros, e para isto a função está em background já que as informações são relacionadas ao sistema operacional e não ao aplicativo mais.

Para o funcionamento correto de uma memória é necessário alguns cuidados tendo segurança e isolamento onde entra o gerenciamento de memória em ação, fazendo sua parte de duas tarefas, a alocação de memória e a fragmentação e as principais características da Alocação é que, feito em Foreground sendo assim feita em compilação com o programa que está sendo executado e ainda tendo a opção de adiar a execução que está na parte dinâmica, e a Fragmentação, pode ser Foreground por usar a memória reservada do programa mas também em Background pelo fato de ser externo ou seja quando são terminados os programas são deixados pequenas tarefas ainda à memória entre as páginas.

Gerenciamento de Memória no IOS

No OS, existe uma quarta categoria de memória que se por sua vez deixa a desejar pelos outros gerenciamentos de sistemas pelo fato de por exemplo abrir um aplicativo em 5 segundos, da próxima vez que for aberto o mesmo aplicativo será aberto quase instantaneamente, isso se chama memória inativa.

Gerenciamento de Memória no Windows Server

No gerenciamento de memória do Windows Server, é utilizado o recurso onde há um limite no conjunto de memória e entre este limite são criadas distribuições para tais programas utilizados dentro do conjunto. Tendo a opção de limitar a memória, não haverá travamentos da máquina, mas em compensação excedendo o limite da memória pode ser que alguns programas sejam trocados por outros que estejam a executar.

3.1 Técnica de Gerenciamento de Memória

Gerenciamento de Memória no Windows 7

O usuário pode verificar o desempenho e de que maneira está sendo usada a memória do seu sistema operacional pelos comandos no prompt e pelo gerenciador de tarefas como apresentado abaixo:

Na área de trabalho no campo “pesquisa” digite “cmd”, conforme mostra a figura 1.

...

Baixar como  txt (8.1 Kb)  
Continuar por mais 4 páginas »