TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

RELATÓRIO DE MOLDAGEM DE CORPO DE PROVA

Por:   •  28/11/2017  •  Relatório de pesquisa  •  1.198 Palavras (5 Páginas)  •  950 Visualizações

Página 1 de 5

[pic 1]

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ.

CAMPUS BRAGANÇA

DISCIPLINA: ESTABILIDADE DAS CONSTRUÇÕES

PROFESSOR: ODILSON PAIVA

ALUNOS: KEVIN PIRES PINTO DOS SANTOS

                                                         RODRIGO DA SILVA ANDRADE

     SALOMÃO DA SILVA SOUZA

[pic 2]

RELATÓRIO DO ROMPIMENTO DE CORPO DE PROVA

Relatório apresentado ao Curso de Técnico em Edificação do Instituto Federal do Pará, Campus de Bragança, como um dos pré-requisitos para avaliação da disciplina Estabilidade das Construções, ministrada pelo Profº. Odilson Paiva.

BRAGANÇA-PARÁ

ANO 2017


                                                          SUMÁRIO

1- INTRODUÇÃO..........................................................................................................3

1.1-OBJETIVO...............................................................................................................3

2- METODOLOGIA......................................................................................................4,5,6

3-CONCLUSÃO..............................................................................................................7

4-REFERÊNCIAS...........................................................................................................8

  • INTRODUÇÃO

Sabemos que a cada dia a construção civil vem adquirindo mais tecnologia em suas construções e nos últimos anos, os avanços na tecnologia dos materiais resultaram na viabilidade de produção de concretos com elevadas resistências à compressão, normalmente designados como concretos de alto desempenho (CAD). A utilização de novos materiais tem resultado em elementos estruturais mais esbeltos e resistentes, no entanto, todo cuidado é pouco para se construir estruturas de concreto.

Como sabemos, toda e qualquer edificação tem como ponto principal e sua estabilização em relação ao solo e a sua envergadura, para isso todos os cálculos para deixa essa construção o mais estável possível que requer inúmeras medidas, e uma delas esta ligada diretamente ao material utilizado, no caso do concreto, que dependendo da mistura dos agregados e do tempo de cura pode ganhar uma alta resistência na qual é monitorada através de equipamentos que medem o teor de resistência de um determinado corpo de prova, em que através de suas medidas serão analisadas diversos componentes que trarão resultados positivos ou negativos segundo a (NBR 5738 e 5739). Critério esse que da atenção especial à durabilidade das peças de concreto.

  • OBJETIVO

Tomando por base a necessidade da realização de ensaios técnicos para se manter uma padronização e qualidade do concreto, verificamos a capacidade real de resistência de uma determinada quantidade de concreto (corpo de prova) e assim, determinar o melhor material a ser utilizado na obra.

Este relatório, juntamente com a aplicação prática, tem o objetivo de mostrar aos estudantes desta disciplina a metodologia e a realização de um ensaio padronizado de compressão. Além disso, a elaboração do relatório proporciona uma compreensão dos dados obtidos para uma análise para se encontrar as propriedades do concreto ensaiado.

  • METODOLOGIA

No dia 26 de outubro, a turma de Técnicos em Edificações foi convocada a comparecer no laboratório de edificações do IFPA para acompanharmos o rompimento de um corpo de prova, para melhor esclarecimento, não acompanhamos o procedimento da confecção do corpo de prova a ser testado, no caso, a dosagem do corpo de prova, os tipos de agregados que foram adicionados, ou seja, os procedimentos base. Mas conforme conceitos pré-estabelecidos, sabemos que um traço de concreto levar em sua dosagem água, cimento, areia e seixo (agregados miúdos e graúdos) e dependendo da sua quantidade em cada dosagem, obteremos uma determinada resistência, resistência essa que acompanharemos dentro de seus determinados dias de cura.

O nosso primeiro passo foi conhecer a maquina na qual faria o tal rompimento com o uso da compressão. Após isso, o corpo de prova nos foi dado para tirarmos as devidas medidas, nosso segundo passo foi determinar o diâmetro para o calculo da seção transversal, pela media de dois diâmetros medidos ortogonalmente na metade da altura do corpo de prova. Foi analisado também se o corpo de prova não tinha nenhum tipo de deformação em suas bases, para que não influenciasse de forma equivoca o resultado do rompimento, há uma necessidade das bases estarem em perfeito nível,

...

Baixar como (para membros premium)  txt (7.7 Kb)   pdf (301 Kb)   docx (1 Mb)  
Continuar por mais 4 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com