TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Sistema De Potencias

Por:   •  19/5/2013  •  6.558 Palavras (27 Páginas)  •  250 Visualizações

Página 1 de 27

SISTEMA DE POTÊNCIA

GRANDEZAS

E – Tensão V (volt) Pg 1 a 2

I – Corrente A (amper) Pg 1 a 2

R – Resistência Ω (ohm) Pg 1 a 2

L – Indutância H (henrry) Pg 3 a 5

C – Capacitância F (farad) Pg 9 a 10

XL – Reatância Indutiva Ω (ohm) Pg 10

XC – Reatância Capacitiva Ω (ohm) Pg 7

PA – Potência Aparente VA(volt amper) Pg 11 a 15

PR – Potência Real W (watt) Pg 11 a 15

Preat – Potência Reativa VAR (volt amper reativo) Pg 11 a 15

Z – Impedância Ω (ohm) Pg 8

F – Freqüência Hz (hertz) Pg 6 a 7

FP – Fator de Potência (admissional) Pg 11 a 12, 18

Ф – Angulo de Fase (graus) Pg 28 a 31

Ênfase em;

Lei de Ohm’s Pg 2 a 3

Associação de resistores e capacitores Pg 21 a 27

Gerador Pg 16 a 17

Correção do fator de potência Pg 18 a 20

Tabela de grandezas elétricas com formulas Pg 32 a 35

LEI DE OHM Ω

A Lei de Ohm, assim designada em homenagem ao seu formulador Georg Simon Ohm, indica que a diferença de potencial (V) entre dois pontos de um condutor é proporcional à corrente elétrica (I).

Quando essa lei é verdadeira num determinado resistor,este denomina-se resistor ôhmico ou linear.A resistência de um dispositivo condutor é dada pela fómula

A diferença de potencial, V, dividido pela corrente eléctrica, I , é resistência do resistor, R, que denominada de Lei de Ohm: V = IR

onde:

V é a diferença de potencial elétrico (ou tensão, ou ddp) medida em Volts

R é a resistência elétrica do circuito medida em Ohms

I é a intensidade da corrente elétrica medida em Ampères

e não depende da natureza de tal: ela é válida para todos os resistores.Entretanto,quando um dispositivo condutor obedece à Lei de Ohm,a diferença de potencial é proporcional à corrente elétrica aplicada,isto é,a resistência é independente da diferença de potencial ou da corrente selecionada.

Diz-se, em nível atômico, que um material (que constitui os dispositivos condutores) obedece à Lei de Ohm quando sua resistividade é independente do campo elétrico aplicado ou da densidade de corrente escolhida.

Um exemplo de componente eletrônico que não possui uma resistência linear é o diodo, que portanto não obedece à Lei de Ohm.

Conhecendo-se duas das grandezas envolvidas na Lei de Ohm, é fácil calcular a terceira:

A potência P, em Watts, dissipada num resistor, na presunção de que os sentidos da corrente e da tensão são aqueles assinalados na figura, é dada por

Logo, a tensão ou a corrente podem ser calculadas a partir de uma potência conhecida:

Outras relações, envolvendo resistência e potência, são obtidas por substituição algébrica:

...

Baixar como (para membros premium)  txt (31.6 Kb)  
Continuar por mais 26 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com