TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

DETERMINAÇÃO DA CONCENTRAÇÃO DE PERÓXIDO DE HIDROGÊNIO EM AMOSTRAS COMERCIAIS DE ÁGUA OXIGENADA

Por:   •  27/5/2018  •  Trabalho acadêmico  •  2.657 Palavras (11 Páginas)  •  58 Visualizações

Página 1 de 11

Introdução

O peróxido de hidrogênio (H2O2) pode ser comercialmente encontrado como água oxigenada, que está na forma de solução aquosa com teores em cerca de 3%, 6%, 12% e 30% de Peróxido de Hidrogênio, tendo de 10, 20, 40 e 100 volumes.

A água oxigenada possui é usada de diversas formas, como agente bactericida em ferimentos, alvejante ou como descolorante de cabelo e pelos. Mas também pode ser usada como conservante na indústria alimentícia ou até mesmo aplicada na agricultura.

O volume da água oxigenada significa quanto de gás Oxigênio é produzido quando 1,0 L de solução reage, ou seja, 10 V, produzirá 10,0 L, 20 V produz 20,0 L de O2 e assim por diante.

Para confirmar se a porcentagem em massa por volume de Peróxido de Hidrogênio e o número de volumes indicados no rótulo do produto condiz com a realidade pode ser realizada uma análise quantitativa de volumetria por oxirredução, usando Permanganato de Potássio. Esse método é conhecido como Permanganometria, em que a solução-padrão é o Permanganato de Potássio (titulante) e a solução-problema é o Peróxido de Hidrogênio (titulado).

Sendo assim esse método é eficaz para determinação de Peróxido de Hidrogênio em água oxigenada comercial, já que por meio da reação de oxirredução podemos descobrir a concentração desconhecida através da titulação e consequentemente é possível determinar a concentração comum, porcentagem e volume, para posteriormente comparar com o rótulo.

Objetivo

Analisar a concentração de Peróxido de Hidrogênio em uma amostra de água oxigenada comercial, através de um titulação com Permanganato de Potássio.

Materiais e Reagentes

  • Balão volumétrico de 500 mL
  • Pipeta volumétrica de 10 mL
  • Erlenmeyer
  • Espátula
  • Balança semi-analítica
  • Bureta
  • Suporte universal
  • Agua oxigenada
  • Solução de Permanganato de potássio 0,2 M
  • Ácido sulfúrico 25%
  • Becker
  • Agitador magnético
  • “Peixinho”

Métodos

Para a experiência, primeiro foi pesado em um becker 15,8g de Permanganato de Potássio, logo após foi dissolvido com um pouco de água e transferiu para um balão volumétrico de 500 mL e avolumamos até o ponto de referência. Após, foi colocado um “peixinho” na solução e com o auxílio do agitador magnético solubilizamos a solução.

Depois de fazer a solução de KMnO4 fizemos a solução de Peróxido de Hidrogênio, onde utilizamos uma pipeta volumétrica para pipetar 10 mL de água oxigenada em um Erlenmeyer, posteriormente avolumamos com aproximadamente 50 mL de água e solubilizamos.

Após fazer as soluções, adicionamos a solução de Permanganato de Potássio na bureta e no Erlenmeyer que estava a solução de água oxigenada foi adicionado algumas gotas de Ácido Sulfúrico, em seguida começamos o processo de titulagem.

Nesse procedimento não foi adicionado indicador, pois a própria reação mostrava o ponto de viragem.

Observações

Na determinação do Peróxido de Hidrogênio em amostras de água oxigenada observamos as cores das substâncias coletadas, uma característica importante para darmos continuidade no experimento.

O Permanganato de Potássio, solução colocada na bureta, apresentou uma tonalidade de roxo bastante intenso, enquanto a solução do Erlenmeyer era incolor.

Ao começarmos a titulação percebemos que quando o KMnO4 começa a gotejar na água oxigenada as gotas que dissolvem na solução são inicialmente roxas intensas e depois muda rapidamente para um vinho amarronzado até ficar incolor.

A titulação só pode ser encerrada quando atingir o ponto de viragem e nesse momento visualizamos que a solução contida no Erlenmeyer começou a ficar rosa claro, mas logo depois desapareceu a cor até que foi gotejado mais uma gota e a solução-problema ficou com uma coloração rósea.

[pic 1]

Solução-problema após a titulação

Conclusão

A partir desta prática experimental, foi possível compreender como deve ser feita uma análise quantitativa para determinar a concentração de H2O2 em amostras comerciais.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (12.8 Kb)   pdf (494 Kb)   docx (612.4 Kb)  
Continuar por mais 10 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com