TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Relátorio Quimica - Reatividade dos Metais

Por:   •  27/2/2016  •  Trabalho acadêmico  •  736 Palavras (3 Páginas)  •  344 Visualizações

Página 1 de 3

Introdução:

[pic 1]Reações químicas são fenômenos, transformações que modificam a composição química das substâncias. As reações são evidenciadas através de sinais como aquecimento, formação de precipitado, liberação de gases, etc. Existem fatores que influenciam na velocidade das reações como: natureza dos reagentes, concentração dos reagentes, temperatura, superfície de contato, presença de um catalisador, afinidade química (reatividade). Na fila de reatividade dos metais, os que têm maior tendência de ceder elétrons são mais reativos e aparecem no início, e os metais menos reativos, com menor tendência de ceder, aparecem no final da fila. Os metais reativos doam elétrons para os menos reativos espontaneamente, estabelecendo assim, as reações espontâneas. Quando ocorre o inverso, ou seja, um metal menos reativo cede elétrons para um metal mais reativo, constitui-se uma reação não espontânea. Podemos organizar os metais numa fila de reatividade, ou menor nobreza, onde os mais reativos aparecem no lado direito e os mais nobres no esquerdo, a série ou fila de reatividade também organiza os elementos com sua capacidade de se oxidar, quanto mais reativo maior sua capacidade de oxidar-se.

Objetivo:

Comparar o caráter metálico e a consequente reatividade de algumas substâncias químicas.

Procedimento experimental:

        Primeiramente, com pipeta graduada transferiu-se, aproximadamente, 3 mL de solução de HCl, em quatro tubos de ensaio, então foi inserido em cada tubo de ensaio, respectivamente, os metais Zn, Mg, Fe e Cu. As lâminas foram retiradas dos tubos, e os tubos foram limpos.

Num segundo momento, transferiu-se em um tubo, aproximadamente, 1 mL de solução de AgNO3 e nele introduzido a lâmina de cobre previamente limpa .Em outro tubo de ensaio foi transferido 2 mL de solução de CuSO4 e introduzido uma lâmina de zinco previamente limpa. Em um terceiro tubo de ensaio transferiu-se 2 mL de solução de NaCl e introduzido uma lâmina de zinco previamente limpa.

        E no terceiro experimento, em uma cuba com água, adicionou-se algumas gotas de fenolftaleína e feita a homogeneização. No escuro, foi adicionado um pedaço de Na metálico (aproximadamente do tamanho de um grão de arroz).

 

 Resultados e discussão:

No primeiro procedimento foram observados nos tubos de ensaio os seguintes acontecimentos:

  • No tubo de ensaio 1, contendo Zinco, ao término da agitação, observou-se uma lenta e pequena formação de bolhas de gás na superfície da lâmina de Zinco, com aquecimento.
  • No tubo de ensaio 2, contendo Magnésio, rapidamente começou a efervescência, liberação de fumaça e o pedaço de magnésio logo foi dissolvido, ocorreu liberação de calor.
  • No tubo de ensaio 3, contendo Ferro, houve liberação de poucos gases
  • No tubo de ensaio 4, contendo Cobre, não houve reação.

No segundo experimento ocorreram os seguintes acontecimentos:

  • Na reação de AgNO3 e Cu, cobre e os íons prata reagiram, formando cristais pontiagudos brancos na amostra de cobre. Isso ocorre, porque o cobre é mais reativo que a prata.
  • Na reação entre CuSO4 e Zn, ocorreu a liberação de íons de Cobre, formando um precipitado preto, e a solução perdeu a coloração azul, característica do CuSO4, indicando que já não o havia na solução.
  • Na reação entre NaCl e Zn, não houve reação.

No terceiro experimento, o sódio metálico reage com a água, com efervescência, libera H2.Como a reação é muito exotérmica, o calor liberado pode inflamar o H2, o que foi notado pelo surgimento de pequenas faíscas.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (4.9 Kb)   pdf (120.7 Kb)   docx (34.3 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com