TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Relatório De Bioquímica: Caracterização e Propriedades Gerais dos Lipídeos

Por:   •  27/5/2018  •  Trabalho acadêmico  •  3.142 Palavras (13 Páginas)  •  115 Visualizações

Página 1 de 13

Relatório

De

Bioquímica

“Caracterização e Propriedades Gerais dos Lipídeos”

Alunos:                                                                        RA:

Mariana B. Campideli                                                398420

Mariana P. Barcelos                                                398101

Marco A. F. de Morais Junior                                398551

Marília da Silva Pires                                                398217

Marina G. Lucchese                                                398110

Talita H. Amano                                                        398012

Viviane Aramizo                                                        398586

Introdução:

1.1 Lipídeos:

        Os lipídeos definem um conjunto de substâncias químicas compostas por carbono, hidrogênio e oxigênio que, ao contrário das outras classes de compostos orgânicos, não são caracterizados por algum grupo funcional comum, e sim por serem insolúveis em água e solúveis em solventes orgânicos. Fazem parte de um grupo conhecido como biomoléculas e  encontram-se distribuídos em todos os tecidos, principalmente nas membranas celulares e nas células de gordura. A maioria dos lipídeos são derivados, ou possuem em sua estrutura componentes chamados ácidos graxos

Apesar de apresentarem uma estrutura relativamente simples, possuem funções complexas e diversas, atuando em etapas cruciais do metabolismo e nas estruturas celulares.

Os lipídeos são geralmente vermelhos ou roxos, untuosos ao tato, pouco consistentes, apresentam densidade menor que a água, na qual são insolúveis, porém emulsionáveis. São poucos solúveis em etanol a frio, mas solúveis a quente.  São solúveis em sulfeto de carbono, clorofórmio, éter etílico, acetona, benzeno, gasolina e outros solventes orgânicos. Decompõe-se pelo aquecimento.

        Embora seja uma classe distinta de biomoléculas, os lipídeos ocorrem geralmente combinados com membros de outras classes para produzirem moléculas híbridas tais como glicolipídeos, que contêm carboidratos e lipídeos, e lipoproteínas, que contêm proteínas com lipídeos.

        Mesmo não apresentando nenhuma característica estrutural comum, todas as moléculas presentes à classe de lipídeos possuem muito mais ligação carbono-hidrogênio do que com outros átomos; isso faz com que estas moléculas sejam pobres em dipolos localizados. Esta, juntamente com a lei da química “semelhante dissolve semelhante”, é a razão para estas moléculas serem fracamente solúveis em água ou etanol (solventes polares) e altamente solúveis em solventes orgânicos (geralmente apolares).

        Alguns lipídeos têm a habilidade de formar filmes ou agregados sobre a superfície da água; estes possuem uma região, na molécula, polar ou iônica, que é facilmente hidratada. Este comportamento é característico dos lipídeos que compõem a membrana celular.

        Os lipídeos desempenham várias funções biológicas importantes, entre elas: reserva de energia, armazenamento e transporte de combustível metabólico, componente estrutural, isolamento térmico, entre outras.

        1.2. Ácidos Graxos:

        Ácidos graxos são ácidos monocarboxílicos de cadeia normal que apresentam o grupo carboxila (-COOH) ligado a uma longa cadeia alquílica, saturada ou insaturada. A hidrólise ácida de triacilglicerídeos dá origem aos ácidos graxos, que por sua vez, são chamados de lipídeos saponificáveis, pois a reação com uma solução quente de hidróxido de sódio produz o sal do ácido carboxílico, ou seja, o sabão.

Podem sofrer reações de hidrogenação, halogenação, saponificação, esterificação e oxidação. A reação de hidrogenação consiste em uma reação de um ácido graxo insaturado com hidrogênio (H2), formando um ácido graxo saturado. Já a reação de halogenação é a reação do ácido graxo insaturado com um halogênio, originando um ácido graxo saturado halogenado.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (18 Kb)   pdf (259.2 Kb)   docx (135.5 Kb)  
Continuar por mais 12 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com