TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Relatório sobre a visita ao laboratório de estudantes de engenharia civil: o fenômeno de emissão de energia de acordo com o teste de coloração da chama

Por:   •  22/4/2013  •  Artigo  •  529 Palavras (3 Páginas)  •  607 Visualizações

Página 1 de 3

O objetivo deste trabalho é relatar a visita ao laboratório dos alunos de Engenharia civil, turma C, da Faculdade Pitágoras de Londrina. Foi apresentado aos alunos às normas de segurança em laboratório e os principais equipamento e vidrarias utilizados, em seguida os alunos realizaram a pesagem de três sais diferente, o Cloreto de Bário, Cloreto de estrôncio e Sulfato de cobre, e estimaram o erro aleatório por meio do cálculo do desvio padrão. Por fim observaram o fenômeno de emissão de energia de acordo com o teste de coloração de chama.

Materiais e métodos

Foram distribuídos três diferentes saís para os alunos, o Cloreto de Bário, Cloreto de estrôncio e o Sulfato de cobre. Cada sal foi colocado em um béquer e cada béquer foi colocado em uma balança onde foi realizada a pesagem de cada sal em triplicata, para diminuir a margem de erro. Desse resultado calculou-se a média e o desvio padrão observando os seguintes resultados:

SAL MÉDIA DESVIO-PADRÃO

CLORETO DE BÁRIO 0,10 0,01

CLORETO DE ESTRÔNCIO 1,71 0,47

SULFATO DE COBRE 0,10 3,65

Depois de realizada a pesagem foi feito o teste de coloração de chama por meio dos seguintes passos: com a ajuda da pipeta, foram adicionadas a cada sal algumas gotas de água, formando uma mistura homogênea. Em seguida prendeu-se em clips a pinça de madeira e o levou até o bico de bico de Bunsen para ser esterilizado, logo após mergulhou-se o clips em uma das soluções e levou novamente ao bico de Bunsen observando assim a coloração da chama emitida, isso foi repetido nos outros dois sais.

Conclusão

Por meio do cálculo do desvio padrão foi observado que o Cloreto de Bário distanciou-se 0.01 de sua média o Cloreto de estrôncio 0,47, e o Sulfato de Cobre 3,65. Portanto conclui-se que comparando o resultado dos sais nota-se que o Sulfato de Cobre teve uma margem de erro grande em relação ao Cloreto de Bário e o Cloreto de Estrôncio.

No teste de coloração de chama foi observado que como mostra o modelo proposto por Bohr ao absorver energia por meio do aquecimento os elétrons são excitados para um nível energético maior, ao retornarem ao seu estado inicial, emitiram energia em forma de luz. Assim como cada sal apresenta elementos diferentes à luz emitida pelo Cloreto de Bário

...

Baixar como (para membros premium)  txt (2.8 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com