TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

INFLAÇÃO E CRESCIMENTO ECONÔMICO: BRASIL ATUAL

Por:   •  4/10/2014  •  Projeto de pesquisa  •  777 Palavras (4 Páginas)  •  165 Visualizações

Página 1 de 4

TRABALHO SOBRE METASDE INFLAÇÃO

INFLAÇÃO E CRESCIMENTO ECONÔMICO: BRASIL ATUAL

O governo atual de Dilma Rousseff, permitiu que analisássemos o desempenho do Brasil em relação à inflação e crescimento.

Esse artigo trata - se de uma análise de curto prazo sobre o potencial de crescimento do país. A intenção é listar e analisar alguns dos aspectos da economia brasileira herdados pelo atual governo, apontando os principais dilemas e desafios no tocante à implementação de um modelo de desenvolvimento econômico que seja, efetivamente, de longo prazo.

Palavras Chaves: Inflação, Câmbio, Consumo, Economia Brasileira.

INFLAÇÃO E CRESCIMENTO ECONÔMICO: BRASIL ATUAL

O governo atual de Dilma Rousseff, permitiu que analisássemos o desempenho do Brasil em relação à inflação e crescimento.

Esse artigo trata - se de uma análise de curto prazo sobre o potencial de crescimento do país. A intenção é listar e analisar alguns dos aspectos da economia brasileira herdados pelo atual governo, apontando os principais dilemas e desafios no tocante à implementação de um modelo de desenvolvimento econômico que seja, efetivamente, de longo prazo.

Para tanto, analisamos os últimos acontecimentos na Economia Brasileira, desta forma podemos ver de um aspecto mais amplo.Observamos que apesar do pais possuir um grande potencial de consumo interno, abundância de matérias primas, crescimento econômico em potencial, tem uma fraca infra estrutura física, alta carga tributária e grande influência de fatores externos.

À partir do governo Lula, o Brasil demonstrou, como conseqüência de uma maior intervenção Estatal na economia, especialmente no segundo mandato do presidente mencionado, um novo potencial de crescimento econômico, estimulado, em boa medida, por um significativo aumento nos Gastos Públicos e uma diversificada política fiscal e monetária, que tiveram como resultado uma elevação no consumo das famílias, o que têm como desdobramento positivos um aumento no volume de investimento no setor produtivo e uma redução do desemprego e como desdobramento negativo, um endividamento público crescente e um aumento no nível geral dos preços “inflação.”

O crescimento econômico durante o governo Lula, se deu, em boa medida, por políticas econômicas baseadas na expansão da demanda, em um potencial de consumo que ainda não tinha sido explorado, o que permitiu um crescimento econômico de curto a, no máximo, médio prazo.

Frente a um aumento significativo e, em certa medida, artificial da demanda e dada a capacidade instalada do setor produtivo no Brasil, incluindo aqui: capacidade de geração e distribuição de energia, tecnologia, capacitação profissional dos trabalhadores, falta de políticas de incentivo à inovação, alta carga tributária, precária infra-estrutura e logística de transporte, nada mais esperado que o novo equilíbrio entre demanda e oferta se dê a uma nível mais elevado de preços, o que pode, a depender das decisões da presidenta Dilma, se reverter em uma espiral inflacionária.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (5.2 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com