TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

O Desenvolvimento de Equipes

Por:   •  10/7/2019  •  Trabalho acadêmico  •  1.282 Palavras (6 Páginas)  •  10 Visualizações

Página 1 de 6

ANÁLISE DE PRÁTICAS GERENCIAIS CONFORME OS CRITÉRIOS DO PGQP: Um estudo de caso em uma abastecedora de Pelotas/RS

LOPES, Fernanda dos Santos

Universidade Federal de Pelotas - UFPEL

GOMES, Profª MSc. Kátia Gislaine Baptista

Universidade Federal de Pelotas - UFPEL

1 INTRODUÇÃO

A atual situação do mercado, onde as empresas confrontam-se com inúmeras mudanças e a acirrada concorrência acaba por fazer com que as organizações adotem estratégias adequadas para assim obter vantagem competitiva.

Este contexto faz com que a adoção de práticas gerenciais as quais visem a qualidade dos serviços ou produtos através de um adequado sistema de gestão torne-se um conceito de extrema relevância na gestão atual, já que a busca pela satisfação pode ser alcançada por meio de um adequado gerenciamento envolvendo conceitos de qualidade. (MARSHALL JR E CIERCO, 2006).

No Brasil, a década de noventa apresenta-se como um marco no que se refere à adoção de sistemas gerenciais com base em critérios utilizados por empresas de sucesso e com diferencial competitivo reconhecido mundialmente. Surge o Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade (PBQP), o qual tinha por objetivo melhorar a produtividade e a qualidade das indústrias brasileiras. O Rio Grande do Sul diante de sua relevância no fator político e econômico do país em 1992 cria o Programa Gaúcho de Qualidade e Produtividade como forma de fortalecer as organizações do estado e com a intenção de divulgar os principais conceitos da qualidade buscando o aperfeiçoamento de produtos e serviços prestados por empresas gaúchas. Assim, o programa tem como sua missão promover a competitividade no estado do Rio Grande do Sul, visando melhorar a qualidade de vida das pessoas através da busca da excelência em gestão com o foco na sustentabilidade. Já como visão, o PGQP almeja ser referência mundial na promoção da qualidade e gestão para a competitividade da região sul. (FNQ, 2009).

Com base no exposto e com a finalidade de verificar a situação de uma abastecedora de combustíveis, em Pelotas/RS, a respeito da adequação com as normas do Programa Gaúcho de Qualidade (PGQP), o presente trabalho tem como problema de pesquisa: Quais as práticas gerenciais adotadas, por uma empresa privada da cidade de Pelotas/RS, segundo os critérios do PGQP?

Atualmente, estratégias de qualidade estão sendo buscadas por todas as organizações visando a sua sobrevivência, independente do porte da empresa. Assim, o presente trabalho justifica-se por proporcionar informações que serão de extrema relevância para a organização analisada, já que pretende investigar a atual situação em que a empresa se encontra e como está o sistema de gestão adotado pela mesma e por fim propor melhorias visando a implantação das mesmas posteriormente.

  1. Objetivos
  1. Objetivo Geral

O objetivo geral deste estudo é analisar as práticas gerenciais utilizadas por uma abastecedora da cidade de Pelotas segundo os critérios do PGQP (Programa Gaúcho de Qualidade e Produtividade).

  1. Objetivos Específicos

Com os objetivos específicos pretende-se:

  • Traçar o perfil da empresa estudada;
  • Identificar quais as práticas utilizadas atualmente para gestão da organização;
  • Fazer referência a autores de outras áreas de estudo na análise das práticas, a fim de fortalecê-las;
  • Analisar as práticas encontradas na organização conforme os critérios do PGQP, verificando se as mesmas atendem aos critérios estabelecidos no programa;
  • Sugerir melhorias, caso necessário.

2 METODOLOGIA (MATERIAL E MÉTODOS)

Tendo em vista que o foco do presente estudo é avaliar a realidade da empresa escolhida frente aos critérios do programa PGQP, optou-se por utilizar uma abordagem qualitativa na presente investigação.

A abastecedora, escolhida como unidade de análise encontra-se localizada em uma área residencial da cidade de Pelotas/RS e foi adquiria pelo atual proprietário em 2002, já sendo pertencente à rede de postos franqueadora. A organização analisada é considerada uma empresa de pequeno porte, conta com duas franquias da rede de postos à qual pertence, a loja de conveniências 24 horas e a franquia de lubrificação, além de possuir também a pista de abastecimento, com atendimento realizado por funcionários capacitados.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (9 Kb)   pdf (121.7 Kb)   docx (31 Kb)  
Continuar por mais 5 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com