TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Orientações Gerais. Estrutura do Projeto Interdisciplinar Aplicado aos Cursos Superiores de Tecnologia I

Por:   •  13/6/2013  •  Abstract  •  1.001 Palavras (5 Páginas)  •  455 Visualizações

Página 1 de 5

Orientações Gerais

Estrutura do Projeto Interdisciplinar Aplicado aos Cursos Superiores de Tecnologia I

(PROINTER I).

Segue um modelo explicativo do Prointer I. Esta estrutura deve ser seguida a risca

para que não haja perda de pontos no momento de sua correção. A estrutura básica do

projeto é a seguinte:

1. Capa e contracapa.

2. Resumo.

3. Sumário.

4. Introdução.

5. Contextualização da Pesquisa.

6. Fundamentação Teórica.

7. Análise e Interpretação dos Dados.

8. Considerações Finais e Sugestões.

Capa e contracapa: devem ser inseridos no início do trabalho.

Resumo: é a apresentação consistente e seletiva de um texto. Deve ressaltar, de forma clara

e sintética, a natureza do trabalho, seus resultados e conclusões mais importantes. Deve

concluir-se num texto redigido de forma cursiva, concisa e objetiva, respeitando a estrutura do

original e reproduzindo, apenas, suas informações mais significativas. Não deve ser uma

simples enumeração de tópicos, sendo que a 1ª frase deve ser significativa e explicar o tema

principal do trabalho. No corpo do resumo não se deve usar parágrafos, frases negativas,

símbolos, tabelas, quadros, figuras e ilustrações, assim como fórmulas e equações.

Recomenda-se que os resumos tenham uma média de 300 a 500 palavras.

Sumário: elemento obrigatório cujas partes são acompanhadas dos respectivos números das

páginas. Havendo mais de um volume, em cada um deve constar o sumário completo do

trabalho, conforme a NBR 6027.Página 15 de 21

1. Introdução

Ilustra brevemente os objetivos do trabalho e as razões de sua elaboração, bem como

as relações com outros trabalhos existentes, não devendo repetir ou parafrasear o resumo

nem antecipar as conclusões e recomendações contidas ou decorrentes do estudo. Apesar

de figurar no início do trabalho, é a última parte a ser redigida em definitivo, visto constituir

uma síntese de caráter didático das ideias e da matéria tratada.

A introdução deve situar o leitor no contexto do tema pesquisado, colocando-o a par

dos antecedentes, tendências, pontos críticos, preocupações, justificativas e razões do

trabalho, para, em seguida, colocar as questões de pesquisa ou perguntas a serem

respondidas, assim como as possíveis contribuições esperadas do estudo e suas

implicações.

2. Contextualização da Pesquisa

Quando se fala em contexto, a primeira coisa que se deve pensar é sobre a

problemática que será questionada, deve-se indagar quais são as perguntas ou dúvidas que

se quer responder com essa pesquisa e, para isso, é necessário fazer um recorte da

realidade, contextualizando e delimitando o tema, indicando de que ponto de vista ele será

tratado (econômico, político, social, cultural). Se não há problema, se não há dúvida, não há

motivo para pesquisar (1 parágrafo).

Também se devem especificar os objetivos, quais as metas que se pretende alcançar

ao final da pesquisa. Qualquer pesquisa persegue determinados objetivos e o pesquisador

pode comprovar algumas hipóteses sugeridas nos problemas ou pode explorar alguns

argumentos que contribuem para explicá-lo (1 parágrafo).

Por

...

Baixar como (para membros premium)  txt (7.2 Kb)  
Continuar por mais 4 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com