TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

-PAEG-PROGRAMA DE AÇÃO ECONÔMICA DO GOVERNO (1964-1966)

Por:   •  3/5/2016  •  Exam  •  508 Palavras (3 Páginas)  •  1.194 Visualizações

Página 1 de 3

1-PAEG-PROGRAMA DE AÇÃO ECONÔMICA DO GOVERNO (1964-1966)

O cenário brasileiro após cinco anos (1957-1962) de crescimento do PIB aos poucos foi mudando, e dando lugar a estagnação econômica e aumento da inflação. Desse modo, foi necessário que se desenvolvessem medidas para o controle da inflação e retomada do crescimento. Uma das primeiras ações adota pelo presidente militar Castello Branco, com auxílio do ministro de Planejamento, Roberto Campos, foi a adoção de um plano econômico denominado PAEG que tinha como objetivo frear o processo inflacionário e recuperar crescimento econômico brasileiro. 

O Programa centrou-se em três áreas fundamentais da economia brasileira: Política Fiscal, Monetária e Salarial. Do ponto de vista fiscal, as medidas adotadas buscavam a correção das tarifas públicas tanto para o aumento de impostos quanto pela redução dos gastos públicos e aliado isso a Política Monetária tinha por objetivo, através do Banco central, diminuir a expansão monetária desenfreada que estava impulsionando a inflação. A Política Salarial estabeleceu regras para o mecanismo de correção salarial de acordo com as expectativas de inflação do governo. Diante disso, estimavam-se metas decrescentes de inflação para cada período. Essas metas  indicavam uma ação gradualista, na qual o projeto se propunha diminuir o processo inflacionário gradativamente. É possível observar tal ideia quando se analisa a atenuação da Política Monetária, pois no início as ações tomadas não eram severas a fim de não prejudicar completamente o setor econômico e, consequentemente, manter um crescimento. Diferentemente, a política Fiscal conteve a expansão irresponsável dos gastos públicos, que vinha dos anos anteriores e financiou as dívidas públicas, através da emissão de títulos e na obtenção de empréstimos internacionais. Um ponto negativo que vale ser ressaltado é quanto Política salarial, isso porque, com a prática de correção dos salários, muitas vezes reduziu a remuneração dos trabalhadores e contribuiu para o aumento da desigualdade social no Brasil.

Outra consequencia, dessa vez positiva, da reestruturação econômica promovida pelo PAEG, foi o chamado “Milagre” econômico do final dos anos 1960 e início dos anos 1970. Nesse período, a economia brasileira apresentou altas taxas de crescimento, tendo o PIB brasileiro crescido a taxas de 11,1% a.a. durante 1968-1973. Além do crescimento, também apresentaram-se, no “Milagre”, baixas taxas de inflação

Os militares chegaram ao poder de forma autoritária e com o discurso de ajudar a nação diante a situação em que se encontrava a nação, segundo eles, esse tomada de poder seria transitória. Com a política e a economia altamente centralizada trouxeram alterações imediatas, principalmente nos salários, na inflação e no crescimento do Produto, já o PAEG apesar de seus pontos positivos para a economia brasileira, trouxe também algumas conseqüências negativas do ponto de vista social.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (3.5 Kb)   pdf (64.9 Kb)   docx (9.4 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com