TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Trabalho teoria da contabilidade ciencias socias responsabilidade social meio ambiente

Por:   •  28/3/2016  •  Trabalho acadêmico  •  2.600 Palavras (11 Páginas)  •  553 Visualizações

Página 1 de 11

UNIVERSIDADE ANHANGUERA- UNIDERP

CENTRO DE EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA

DESAFIO PROFISSIONAL

TEORIA DA CONTABILDADE, CIÊNCIAS SOCIAIS, RESPONSALIDADE SOCIAL E MEIO AMBIENTE

NOME: LUANA ELISABETH NARDO                   RA: 1600352058

TUTOR:  PROFª MA. GRASIELE A. LOURENÇO

O aquecimento global e a diminuição dos recursos naturais, frutos do crescimento da população mundial e do consumismo implantado pelo capitalismo, são os principais motivos de preocupação das organizações ambientais, de algumas nações e de todos os cidadãos que se preocupam com o amanhã. Nesse cenário surgem as empresas que tem papel fundamental na economia e na sociedade (geram emprego e proporcionam qualidade de vida aos seus funcionários), estas por sua vez nem sempre estão preocupadas com o meio ambiente e com a escassez dos recursos que utilizam, fazendo uso indiscriminado da matéria-prima sem repô-la ou amenizar os impactos ambientais causados pela sua extração ou até minimizar a emissão de resíduos oriundos do processo de industrialização.

A construção civil é o maior gerador de resíduos e responsável por grande parte do consumo de água e energia. Sendo que ambos são problemas recorrentes no Brasil na atualidade, a estiagem em grande parte do território nacional provocou uma diminuição considerável do nível dos rios e consequentemente afetou a principal fonte geradora de energia brasileira as usinas hidroelétricas. Além de consumirem poluem os rios e afluentes, destroem grandes áreas verdes, retiram a fauna e flora originais do local, dando fim à identidade da região e tornando-a artificial.

Essa poluição além de ambiental também é visual, pois onde existia uma área verde, cheia de vida animal e vegetal, agora só existem prédios, viadutos, rodovias, praças sem vida, locais barulhentos e monótonos.

Canteiros de obras fazem muito barulho, tornando a vida das pessoas no entorno muito mais estressante, e nas grandes metrópoles esse problema sonoro torna-se muito maior pelo tamanho e quantidades de obras ocorrendo ao mesmo tempo. Também geram entulho em grande quantidade que acabam em lixões, aterros sanitários e até em terrenos baldios ou obras abandonadas.

Porque é necessário que as empresas se conscientizem e tornem-se cada vez mais sustentáveis? A resposta foi dada implicitamente no texto acima, com claro enfoque para o setor da construção civil que é a área de atuação da L&Construção, construtora de Sergipe que constrói casas populares desde 1983.

A empresa prima pela qualidade e profissionalismo, então deve estar atualizada nos debates recentes sobre questões ambientais e como criar um desenvolvimento sustentável na construção civil. O primeiro passo é entender o que está acontecendo com o planeta em termos de aquecimento global e escassez de recursos e depois pensar em como amenizar esses problemas com atitudes inovadoras e eficientes que contribuam diretamente.

A sustentabilidade pode ser subdividida em três aspectos: econômica, ambiental e social cada um apresenta áreas de atuação, por exemplo: vantagem competitiva, estratégia de negócios qualidade e custo, etc. São características da sustentabilidade econômica.

O  organograma abaixo apresenta um projeto de sustentabilidade de uma empresa:

Fonte: Coral 2002- Apostila Anhanguera Desafio Profissional

Inicialmente foi feita uma análise econômica da construtora L&Construção e foram determinadas as verbas necessárias para realizar um desenvolvimento sustentável da empresa, adquirindo consequentemente um status de empresa “consciente” ou empresa “verde”.

Atualmente empresas que se preocupam com o meio ambiente, passaram a ter maior visibilidade social e “midiática”, conseguindo clientes diferenciados, pois estes sabem que estão comprando um produto legal (leis ambientais) e que de certa forma, estão contribuindo com a preservação da natureza.

A primeira proposta seria de reflorestamento de toda madeira utilizada nas obras da construtora, se isto não for possível a compra será feita de madeira legal (proveniente de madeireira legalizada). 

[pic 1]

Este reflorestamento vai ocorrer de acordo com a quantidade de madeira que a empresa usa, novas tecnologias serão empregadas no plantio e na escolha das mudas tornando o produto final melhor e mais rentável. As árvores devem ser plantadas em locais apropriados (considerando clima e terreno), a espécie deve ser escolhida de acordo com a necessidade do mercado e com as novas tendências de design de interiores das casas.

O produto final será uniforme (com relação ao tamanho, espessura e qualidade da árvore - livre de pragas que destroem a matéria-prima- diferentemente do que ocorre na natureza) e a L&Construção terá lucro, e visibilidade pois com apoio do marketing será conhecida como uma empresa sustentável preocupada com o planeta.

Além do reflorestamento outras ideias relacionadas à sustentabilidade econômica estão descritas na Tabela 1, abaixo:

Objetivo

Ações

Resultados Esperados

Reflorestamento

  1. Plantio de mudas de espécies adequadas

Madeira especial, de qualidade e de grande procura no mercado imobiliário, logo a empresa terá a madeira correta para construir e decorar suas construções.

  1. Investimento na contratação de agrônomos

e zootecnistas

Plantio correto, de acordo com as condições de terreno e clima das regiões, além de organizar o tempo de formação da árvore e escolher a espécie que melhor se adapta às necessidades da empresa (qualidade e custo-benefício)

  1. Utilização total de madeira de preservação

nas obras da L&Construção

Fim do desmatamento das florestas brasileiras, impedindo destruição da fauna e flora. Maior lucratividade, pois a madeira reflorestada é legalizada e seu valor de mercado é superior,  e se a própria empresa produzi-la cortará gastos e irá obter vantagem sobre os preços das construtoras concorrentes. O selo de empresa “verde” também é uma vantagem.

Reciclagem do Entulho e dos resíuduos das obras

  1. Contratar/Delegar um fiscal em cada obra que fique responsável pelo descarte apropriado.

Este fiscal tem a função de controlar a quantidade de entulho na obra e providenciar o armazenamento e o transporte deste entulho que não pode ser reutilizado.

  1. Investir em maquinário e novas formas de reciclagem dos resíduos das obras.

Com estes investimentos é possível, economizar grande quantia em dinheiro, pois o entulho têm diversas utilidades em novas obras além de evitar que este, seja descartado em aterros e lixões provocando uma superlotação dos mesmos. Assim a empresa economiza dinheiro (em compra de novos materiais) e tempo, pois com a retirada dos resíduos a obra fica mais limpa e organizada.

  1. Criar em conjunto com o departamento de marketing propagandas promovendo a empresa e mostrando seus projetos inovadores de sustentabilidade

Esta parceria entre empresa e mídia é uma jogada do marketing, por isso é necessário que a acessória de imprensa da empresa seja qualificada e profissional. Espera-se que com esta ação a empresa ganhe visibilidade e adquira novos clientes em futuras competições no mercado, pois além de construir com melhores preços, também é ágil e sustentável ( contribui diretamente com a sociedade).

Reutilização da Água

  1. Evitar o desperdício nas obras, comprando adaptadores de mangueiras (controlando a pressão da água e sua vazão) e novos materiais que utilizam menos água.

Diminuição do valor das contas de água, redução do consumo desta fonte de energia, promovendo sustentabilidade econômica e ambiental. A água é o bem mais precioso de nosso país economizá-la é diminuir os valores cobrados pelo governo nas contas de luz, pois as hidroelétricas são as principais geradoras de energia do Brasil.

  1. Criar meios de reutilização da água nas obras, por exemplo lavatórios de equipamentos com bomba d´agua  acoplada que retorna a água usada para uma mangueira específica que lava novos materiais.

Com isto as obras economizam muita água e dinheiro, já que estes mecanismos não são caros e seu custo-benefício é elevado.

Equipamentos da construção civil são lavados regularmente pois o cimento, o cal, entre outros materiais, são altamente corrosivos, logo se um mecanismo impedir que a cada dia uma enorme quantidade de água limpa seja desperdiçada, ele trará grande economia financeira.

  1. Realizar palestras e debates sobre  como realizar um consumo racional de água. Além de apoiar projetos e pesquisas sobre o tema em escolas e universidades

Para tanto é necessário encontrar profissionais capacitados dentro da empresa que sejam responsáveis por este serviço e que mostrem os procedimentos adotados pela empresa, levando seu nome a diversas esferas como: universidades, escolas, comunidades, ONG’s etc. Isto coloca a empresa na frente das concorrentes que não possuem programas de conscientização sobre questões ambientais e apoio à alunos que querem fazer novas descobertas e possuem futuros promissores( até mesmo como futuros engenheiros ou empregados da L&Construção).

...

Baixar como (para membros premium)  txt (18.4 Kb)   pdf (355.6 Kb)   docx (113.6 Kb)  
Continuar por mais 10 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com