TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

O Sentido ou Sensibilidade

Por:   •  23/5/2020  •  Trabalho acadêmico  •  2.613 Palavras (11 Páginas)  •  16 Visualizações

Página 1 de 11
  1. 1.1 Introdução

O presente ensaio na UC de teoria 1 tem como objeto temático a caracterização da arquitetura moderna, que se prense pelos novos materiais e dimensão sensorial e qualificação do espaço da arquitetura através do projeto. Pretendo formalizar um ensaio descritivo da sensoralidade da arquitetura moderna.

Primeiramente, irei analisar a evolução da técnica da arquitetura dos anos 20 aos anos 50 internacionalmente, destacando os principais protagonistas desta.

De seguida, pretendo realizar uma comparação formativa entre a técnica e as sensações a criadas pela arquitetura moderna a nível nacional.

Por fim, tenho como objetivo, analisar a influência desta técnica e sensoralidade do espaço do ponto de vista do usuário.

  1. 2.1 Enquadramento internacional

O Moderno do mundo exterior

A arquitetura moderna evoluiu exponencialmente entre os anos 20 e os 50.

Com o aparecimento e a evolução da tecnologia o Homem começa a encontrar novas formas de artificializar a natureza, criando assim uma “natureza” falsa à sua imagem.

A arquitetura moderna caracteriza-se também pela reformulação das mentalidades, forma-se então a hierarquia de projeto, teoria e construção, plano este que reforma o papel da teoria na arquitetura, perdendo esta a limitação que até então a prendia, não perdendo nunca, no entanto, as suas bases nos três princípios de Vitrúvio (utilitas, firmitas e venustas).1

A emergência do moderno dá-se através de uma série de revoluções de mentalidade e científicas.

A de mentalidade, que se espelha no nascimento do positivismo, do racionalismo e do funcionalismo bem como de duas novas doutrinas filosóficas, o empiricismo que se baseia na prioridade dos sentidos e de onde se extrai o romantismo e o racionalismo que consiste na prioridade da razão e de onde se extrai o neoclassicismo e o positivismo.

A científica, que se espelha no privilégio da experiência e cálculo. Onde se vê uma grande evolução na investigação astronómica e na biomecânica que prossegue a descrição objetiva da realidade iniciada na Renascença.

O “medievo” trata-se de uma correlação entro o neoplatismo e a cosmologia cristã que consiste no afastamento das “ars liberales” e a reaproximação da “techné”.2

 A arquitetura moderna apresenta uma forte relação com a arte, pretendendo transmitir os seus sentimentos e sensações, esta arquitetura é mais visível no estilo romântico, no entanto em contraste tem também uma grande ligação com a industrialização e a produção em massa, que vêm aumentar a quantidade de materiais e industrializar as formas de realização e estilo (a metáfora da máquina), as cidades passam assim a ser cada vez mais lineares, influenciadas pelos transportes, estruturas e seguimentos da evolução. Com este contraste de estilos passa a haver uma separação entre o arquiteto (belas-artes) e o engenheiro (cálculo industrial).3

...

Baixar como (para membros premium)  txt (17.3 Kb)   pdf (203.6 Kb)   docx (278.2 Kb)  
Continuar por mais 10 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com