TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Analise Filme A COR DE UM CRIME

Por:   •  29/9/2015  •  Dissertação  •  321 Palavras (2 Páginas)  •  2.871 Visualizações

Página 1 de 2

UNIVERSIDADE PAULISTA

ANÁLISE FILME ”A COR DE UM CRIME”

NOME:         RA:

PROF.ª

2014

FICHA TÉCNICA

- Título Original: Freedomland

- Produção: Scott Rudin; Charles Newirth

- Ano de Produção: 2006

- Distribuição: Sony Pictures

- Direção: Joe Roth

- Elenco: Samuel L. Jackson (Detetive Lorenzo Council)

Julianne Moore (Brenda Martin)

Edie Falco (Karen Colluccci)

Ron Eldard (Danni Martin)

William Forsythe (Boyle)

Aunjanue Ellis (Felicia)

Anthony Mackie (Billy Williams)

La Tanya Richardson (Marie)

Clarke Peters (Reverendo Longway)

Peter Friedman (Tenente Gold)

Domenick Lombardozzi (Leo Sulivan)

Aasif Mandvi (Dr. Anil Chatterjee)

Philipe Bosco (Padre)

Fly Williams III (Rafik)

Marlon Sherman (Cody Martin)

- Site Oficial: http;//www.sonypictures.com/movies/freedomland/

- Estúdio: Revolution Studios / Scott Rudin Productions

- Som: James Newton Howard

- Figurino: Ann Roth

- Edição: Nick Moore

- Duração: 113 minutos

- Gênero: Policial, Mistério e Drama

- Classificação: 12 anos

QUESTÕES

1-)Ao tentar investigar o sequestro de uma criança, a polícia de uma cidade dos Estados Unidos impõe algumas restrições a uma comunidade próxima ao local do crime. Aponte as razões dadas pelas autoridades responsáveis pela investigação para esse fato e comente a relação dessa atitude com a discriminação social que existe na cidade.

R: Uma das restrições imposta pela autoridade foi deixar que nenhum morador saísse da cidade, pois tinham certeza que o autor era negro e de residência no local do crime. Assim construindo uma barreira, deixando claro o ato preconceito e racismo.

2-) Ao final do filme, o policial Lorenzo diz para um colega que estava pronto para agredir os moradores de Armstrong “Vai incitar o que veio para prevenir”. Explique essa fala de Lorenzo e comente como as práticas legais do Estado podem expressar a forma mais radical do etnocentrismo, que é o preconceito e o racismo.

R: Fala para conter as emoções, pois havendo tanto preconceito e racismo contra os moradores, deixando a entender que por serem negros, são culpados, os mesmo cansados de tudo que estava ocorrendo acabam partindo para a agressão física. Os policiais ao invés de tentar conter o tumulto e as agressões, acabam revidando o ato, assim perdendo a razão.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (2.4 Kb)   pdf (75.3 Kb)   docx (11.4 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com