TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Comente sobre a análise de consumo

Por:   •  26/5/2014  •  Seminário  •  1.234 Palavras (5 Páginas)  •  340 Visualizações

Página 1 de 5

6 – Comente sobre a análise de consumo.

A Economia deve optar dentre os bens a serem produzidos os processos técnicos capazes de transformar os recursos escassos em produção. Devido à diminuição do ciclo de vida dos produtos e à necessidade constante de lançamento de produtos novos que possam satisfazer a demanda, é necessário que as empresas criem formas que auxiliem nas projeções de consumo e para que essas organizações possam manter-se no mercado atuando de forma inovadora e obtendo uma vantagem competitiva em relação à concorrência dos diferentes contextos social e cultural do uso e consumo dessas mercadorias.

A análise conjunta da escassez dos recursos e das ilimitadas necessidades humanas conduz à conclusão de que a Economia é uma ciência ligada a problemas de escolha. Com a limitação do total de recursos capazes de produzir diferentes mercadorias impõe-se uma escolha para a produção entre mercadorias relativamente escassas.

7- Como podemos clasificar os consumidores de acordo com seu grau de conscientização? Explique-os.

É possível classificar os consumidores de acordo com seu grau de conscientização em: consumidores indiferentes, iniciantes, comprometidos e conscientes.

O consumidor indiferente constitui o ponto de partida do “ranking” e é aquele consumidor que adota o menor número de comportamento consciente, com menor freqüência, fazendo-o com uma visão de curto prazo e mais voltado para seu próprio bem-estar.

O consumidor iniciante e comprometido reflete estágio intermediário e expressa a evolução da consciência relativa ao consumo. Já o consumidor consciente é o que adota maior número de comportamento considerado ideal e o exerce com maior habitualidade. Demonstra, também, maior preocupação com questões como a sustentabilidade e a preservação do meio ambiente.

Normalmente, o consumidor indiferente costuma ser mais jovem e mais pobre, além de individualista, enquanto o consumidor consciente é mais velho, com maior poder aquisitivo e tende a se preocupar mais com o futuro.

8- Como podem ser interpretadas as correntes econômicas: Para Marx e Keynes a demanda determina a oferta. Para Say a oferta determina a demanda.

A referência de "mercado" para os três autores é a concepção clássica: espaço físico onde se encontram a oferta e a procura por algum produto/serviço. Produto é algo físico, material, que pode ser estocado para consumo posterior a sua produção; logo, o consumo do produto não é simultâneo a sua geração. Serviço é o contrário: não é algo material, não pode ser estocado e por isso sua geração é simultâneo ao seu consumo. Portanto, no ramo jornalístico, "serviço" existe somente no momento em que a geração e difusão da notícia é ao vivo, porque mesmo no virtual é possível a estocagem de informação divulgada.

Marx e Keynes indicam o fator "salário" para determinar a oferta; desta maneira, a demanda somente existe se é estimulada via poder de compra. Para os dois autores o capitalismo estaria fadado a crises exatamente por isso, já que estruturalmente esta economia gera automaticamente desemprego, no enfoque de Keynes, e miserabilidade dos trabalhadores (desemprego e salários meramente de subsistência, resultando em pauperização da força de trabalho) no enfoque de Marx.

Dentro de um ambiente econômico competitivo, como começou a se formar no Brasil durante a década de 1990, é o mercado de audiência que regula a atividade jornalística através das necessidades individuais de informação. Isto significa que a determinação ao acesso nas compras de produtos/serviços não deixa de ser atribuição de utilidade, por isso, a oferta, para ser eficiente e conseguir seus objetivos, deve se adequar às exigências deste mercado. É neste sentido que cabe o termo "industrialização", mencionado pelo autor. "Indústria" é a capacidade estrutural de se produzir algo, de forma contínua e controlável, mas, para que haja escoamento desta produção, é preciso que essa tenha enfoque de mercado – ou seja, que seja ajustada à demanda.

Neste sentido, entendemos que a Lei de Say, com

...

Baixar como (para membros premium)  txt (7 Kb)  
Continuar por mais 4 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com